Orquidário do Parque São George tem espécies exóticas

No Orquidário Ambiental é possível ver plantas tradicionais e exóticas, como as Coelogyne pandurata, Ansellia africana, Encyclia mapuera, Miltonia spectabilis, Vanda teres, Dendrobium chrysotoxum, Laelia milleri, Laelia sincorana e a Myrmecophila Tibicinis

458

Se você gosta de flores, deveria dar uma volta pelo Orquidário Ambiental, localizado no Parque São George, acompanhado por José Carlos, uma das maiores referências na região quando o assunto é orquídea.

Diretor técnico da Sociedade Bandeirante de Orquídeas (SBO), a mais tradicional entidade sem fins lucrativos direcionada a área, fundada em 1946, José Carlos também é autor de um livro sobre essas magníficas plantas.

No Orquidário Ambiental é possível ver plantas tradicionais e exóticas, como as Coelogyne pandurata, Ansellia africana, Encyclia mapuera, Miltonia spectabilis, Vanda teres, Dendrobium chrysotoxum, Laelia milleri, Laelia sincorana e a Myrmecophila Tibicinis.

Com tantas nomenclaturas difíceis de pronunciar, para saber mais sobre cada espécie, você vai precisar da companhia de José Carlos, que começou a cultivar orquídeas como um robby, mas com o passar dos anos virou um expert, com profundo conhecimento de cada espécie.

Para conhecer o local, na rua Belo Horizonte, 89, Parque São George – Cotia -, não é necessário pagar, e você ainda poder adquirir orquídeas de várias espécies ou fazer cursos práticos e teóricos.

O Orquidário Ambiental funciona de segunda a sábado, das 9h às 18h. Para mais informações, ligue (11) 4616-7037.

Fotos: William Melo/ Revista Circuito