Carro elétrico se livra do Imposto de Importação

A isenção será para automóveis montados, semidesmontados e totalmente desmontados

706
Foto: Freepik

A partir desta terça-feira, 27, veículos de propulsão elétrica ou movidos a hidrogênio (tecnologia também conhecida como célula de combustível) não pagarão mais o chamado Imposto de Importação, alíquota de 35% cobrada para a entrada de automóveis importados no Brasil.

A medida foi publicada no Diário Oficial da União e tem vigência imediata, Isso significa que as próximas unidades faturadas de qualquer modelo que se encaixe nas características exigidas já se beneficiarão da isenção.

Segundo a resolução 97/2015 da Comex (Câmara de Comércio Exterior), órgão do Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, serão contemplados com isenção total de automóveis montados, semidesmontados (apenas com a carroceria pronta) e totalmente desmontados, o que também facilitará a produção local desses carros em sistema CKD (as peças chegam prontas e separadas do exterior).

A exigência é que o motor elétrico forneça autonomia mínima de 80 quilômetros.

Por Giovanna Chagas