Sonda Juno chega à órbita de Júpiter

Após cinco anos, a sonda mandada pela Nasa finalmente entra na órbita de Júpiter

1917

SONDAÀs 00h53 do dia 5 de julho, a sonda Juno, depois de cinco anos viajando pelo espaço, chegou perto de Júpiter, maior planeta do sistema solar, e entrar na órbita de Júpiter

Nas próximas semanas, a Nasa fornecerá instruções para que a Juno utilize alguns instrumentos específicos para começar sua exploração.

A missão tem como objetivo entender a origem e a evolução de Júpiter, mapear o campo magnético do planeta; analisar o campo magnético e gravitacional para descobrirem se Júpiter é totalmente gasoso ou possui um núcleo sólido sustentando toda sua massa e medir a quantidade de água e amônia da atmosfera.

A presença desses componentes em sua superfície vai ajudar a entender as teorias envoltas em relação ao maior planeta do nosso sistema solar e observar as auroras do planeta.

A Nasa espera que a sonda poderá conseguir informações valiosas sobre o desenvolvimento do Sistema Solar.

Pelo seu tamanho, Júpiter é capaz de gerar influência em quase tudo que está próximo, incluindo a Terra.

A agência espacial também destaca que as manobras ao redor de Júpiter são muito perigosas e precisam ser calculada com bastante precisão.

Ao se aproximar da órbita de Júpiter, o campo gravitacional do planeta vai atrair a sonda a uma velocidade incrível, o suficiente para destruir completamente o dispositivo caso os freios não sejam acionados corretamente.

Se isso acontecer, será preciso esperar mais alguns anos até que um novo equipamento chegue perto do gigante do nosso Sistema Solar.