Museu do Futebol promove atividades em novembro

As oficinas, jogos e brincadeiras terão como temática a consciência negra

752
Foto: Divulgação

No Museu do Futebol, todos os finais de semana do mês de novembro haverá atividades preparadas pelo educativo com a temática da Consciência Negra. São oficinas, jogos e brincadeiras interativas as quais terão como temática a consciência negra.

No dia 20 de novembro, das 11h às 12h30 acontece o jogo da memória, uma atividade educativa que possibilita, por meio de pares de cartas, uma reflexão às vidas de algumas personalidades negras presentes no Museu do Futebol, importantes para o cenário esportivo, cultural e social brasileiro e mundial. Das 14h às 15h30 acontece uma intervenção teatral que lembra um importante personagem do futebol brasileiro: O jornalista e escritor Mário Filho que, em uma época de profunda transformação do esporte, no qual os negros cada vez mais conquistavam seu espaço, trouxe à tona o negro como protagonista.

Já no sábado, 21, das 11h às 12h30, acontecerá a oficina de xequerê. É por acreditar na importância do fazer com as mãos e na força dos aprendizados que vêm através do corpo, que o Museu do Futebol convida você para confeccionar um lindo Xequerê feito de cabaça, miçangas coloridas, linha e muita ginga! Instrumento de percussão vindo da África, presente nas tradições musicais brasileiras, tais como afoxé e o maracatu, o Xequerê reúne ritmo e beleza no seu feitio, além da capacidade de tramar redes e fazer música.

E no domingo, 22, das 11h às 12h30, haverá a oficina educativa Estamparia Africana. Os tecidos africanos são testemunhos das histórias dos povos que o utilizam, trazendo por meio de seus desenhos e cores mensagens silenciosas que somente a familiaridade e uma observação mais atenta as tornarão traduzíveis. É com este rico patrimônio cultural que o Museu do Futebol, em comemoração ao dia da Consciência Negra, convida todos os visitantes a participarem de uma oficina de padronagem africana, onde terão a possibilidade de criar a sua própria estampa com a utilização de diversos materiais, como papel, recortes, dobraduras e colagens, traduzindo por meio de elementos e símbolos as suas memórias mais preciosas.

No último fim de semana do mês, acontecem dos jogos educativos. No dia 28, das 11h às 12h30, é dia do “Memoriball”, um tradicional jogo da memória desenvolvido em duas versões: com escudos de alguns dos grandes clubes brasileiros e outro com as 12 mascotes das Copas do Mundo desde 1966, data da primeira mascote À tarde, das 14h às 15h30, haverá o jogo Artilheiro Adaptado, um jogo educativo desenvolvido para o público ter acesso ao Futebol de Cinco, ou Futebol para Cegos, como a função do chamador, a bola de guizo e as vendas para os jogadores de linha. O jogo reúne algumas regras do  Futebol de Cinco com uma ramificação do futebol, popularmente conhecido, como Artilheiro. Este jogo foi criado após as experiências adquiridas no projeto Deficiente Residente de 2010, que tratou a deficiência visual, e da vivência adquirida durante a exposição temporária Olhar com outro Olhar.

No domingo, dia 29, das 11h às 12h30, tem a “Escalação de Botão”. Já pensou em como seria a escalação de um time composto por personagens de fora do universo do futebol? Quais habilidades poderiam ser utilizadas para que brilhassem em campo? Desenvolvido para o projeto Deficiente Residente – Deficiência Intelectual, o jogo educativo Escalação de Botão estimula a criatividade com a ludicidade do tradicional futebol de botão. Antes de iniciar a partida, os participantes criam suas equipes de duas maneiras: uma composta por jogadores de futebol de várias épocas e clubes, e a outra com figuras de seus cotidianos – personalidades, personagens de filmes e desenhos, seres inanimados, entre outros – levando em conta as características que os fazem ideais para assumir uma posição em campo.

Ainda no dia 28, à tarde, das 14h às 15h30 acontece o Pebolim Humano. Neste jogo educativo, os visitantes participam de olhos vendados e utilizam a bola de guizo para que estimulem os sentidos da audição e do tato, para uma reflexão sobre a deficiência visual

Programação:

Jogo educativo – Qual jogador sou eu?

Quando: Dia 14 de novembro – sábado

Onde: sala Copas

Horário: 14h às 15h30

Atividade educativa – Mapa Mundi

Quando: 15 de novembro – domingo

Onde: Sala Números

Horário: 11h às 12h30

Jogo da Memória – Consciência Negra

Quando: 20 de novembro – sexta-feira

Onde: Sala Copas

Horário: 11h às 12h30

Intervenção teatral – Intervenção Mário Filho

Quando: 20 de novembro – sexta-feira

Onde: Sala Origens

Horário: 14h às 15h30

Oficina de Xequerê

Quando: 21 de novembro – sábado

Onde: Área externa

Horário: 11h às 12h30

Oficina Educativa – Estamparia Africana

Quando: 22 de novembro – domingo

Onde: Sala Números

Horário: 11h às 12h30

Jogo educativo – Memoriball

Quando: 28 de novembro – sábado

Onde: Sala Copas

Horário: 11h às 12h30

Atividade educativa – Artilheiro Adaptado

Quando: 28 de novembro – sábado

Onde: Área externa

Horário: 14h às 15h30

Jogo educativo – Escalação de Botão

Quando: 29 de novembro – domingo

Onde: Sala Números

Horário: 11h às 12h30

Jogo educativo – Pebolim Humano

Quando: 29 de novembro – domingo

Onde: Área externa

Horário: 14h às 15h30

Museu do Futebol

Praça Charles Miller, s/nº – Estádio Paulo Machado de Carvalho – Pacaembu – São Paulo-SP

Estação Clínicas do Metrô (1,5 km)

(11) 3664-3848

Funcionamento: terça a domingo das 9h às 18h (bilheteria até as 17h).

R$ 6,00 | Grátis aos sábados. Meia-entrada para estudantes com carteirinha, idosos, aposentados e professores da rede pública (estadual e municipal)

www.museudofutebol.org.br

*Pessoas com deficiência e crianças até sete anos não pagam entrada

*Estacionamento na Praça Charles Miller, sendo necessário o uso de Zona Azul. Cada folha vale por três horas, e pode ser adquirida a preço oficial na bilheteria do Museu.

*Conferir o horário de funcionamento do museu em dias de jogos no Pacaembu