“Café com o Prefeito” reúne funcionários da zeladoria

Encontros têm a função de identificar eventuais problemas na administração, por meio de conversas com os próprios servidores da Prefeitura de Cotia

3264
Foto: Secom/Cotia

O prefeito Rogério Franco abriu na manhã desta quarta-feira, 25, as rodadas de cafés da manhã com os funcionários da Prefeitura de Cotia. O primeiro encontro foi com trabalhadores de zeladoria da Secretaria de Obras e Serviços, que cuidam da limpeza da cidade.

O primeiro “Café com o Prefeito” reuniu 52 funcionários no gabinete da Prefeitura. Num bate papo descontraído, Rogério Franco ouviu os servidores e deu mensagens de incentivo ao trabalho destes profissionais. “Decidimos abrir esta ação com os trabalhadores que cuidam da zeladoria de nosso município por entender que vocês são fundamentais. É um trabalho que não é fácil, ajudar a limpar e deixar mais bonita nossa cidade. Mas sei que vocês trabalham muito, com eficiência e garra”, disse o prefeito. “Estamos determinados a produzir uma estrutura ideal para vocês e seus colegas de serviço, que batalham todo dia por uma cidade sempre limpa”, completou.

O vice-prefeito (e secretário de Segurança Pública) Almir Rodrigues da Rocha também destacou a importância do trabalho de zeladoria no município. “O prefeito poderia ter feito reunião apenas com encarregados ou secretários, mas está fazendo com as pessoas mais importantes da Secretaria, que são os trabalhadores da zeladoria de nossa cidade”, disse.

Laércio Ramos Nunes, de 51 anos, é o funcionário mais antigo da zeladoria em Cotia, com experiência de 30 anos. Ele foi escolhido para representar os colegas na mesa do prefeito em uma foto simbólica, e disse que este é um início de ano de muito trabalho. “Em 30 anos é a primeira vez que entro num gabinete de prefeito. Hoje, ele nos deu muito prazer e alegria”, comentou.

A ideia é, semanalmente, o “Café com o Prefeito” receber funcionários de cada secretaria municipal. Além de um ato de cortesia para com os servidores municipais, a ação também busca identificar e corrigir eventuais falhas no serviço público a partir de conversas com os próprios funcionários que vivenciam o dia a dia do atendimento à população.