Confraternização animada da Confraria de Cotia

Um jantar dançante marcou o último encontro do ano da Confraria de Cotia.

1767

Tudo começou em 2001. Um grupo de amigos passou a se reunir na hora do almoço. Não era para falar sobre política ou trabalho, apenas descontrair. Foram chegando outros colegas e o horário, ficando curto. Então, resolveram mudar para a noite. Pronto. A Confraria de Cotia estava fundada.

E lá se vão 16 anos… 16 anos, em que empresários, profissionais liberais e funcionários públicos se reúnem, religiosamente, todo mês, numa quinta-feira, em algum restaurante de Cotia para um descontraído bate-papo. De acordo com Sérgio Giannetti, o Tarrachinha, o “promoter” e idealizador do evento, a ideia é prestigiar sempre um restaurante/ comércio da cidade. De 5 amigos, hoje são mais de 200. Esposas, namoradas, irmãs, mães… ou qualquer outra mulher não participa do “Clube do Bolinha”. “Pois este é o único que temos paz”, explicam, ao som de muitas risadas.

Mas nesta quinta à noite (07/12), foi diferente. A confraternização da Confraria de Cotia contou com a presença da mulherada também. O evento aconteceu no Gramado Grill Raposo, reunindo quase 300 pessoas. Depois de saborearem o delicioso buffet de saladas e pratos quentes, com churrasco, os convidados se esbaldaram na pista da dança, ao som do cantor e tecladista João Marcel.