Cotia e APAE garantem inclusão no mercado de trabalho

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos empregou dois frequentadores da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) Cotia

245
Foto: Secom/Cotia

Por meio do projeto ‘Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos’, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Cotia conseguiu a inclusão de mais duas pessoas ao mercado de trabalho. A instituição, que está entre as entidades co-financiadas pela Prefeitura de Cotia, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, tem o projeto desde março deste ano e os contemplados começam a trabalhar em janeiro de 2019, no Supermercado Serrano.

O Serviço de Convivência faz o acompanhamento integral do deficiente identificando e fortalecendo as suas habilidades, trabalhando suas potencialidades, procurando oportunidades no mercado de trabalho e acompanhando a rotina dos beneficiados por sete meses, a partir do início das atividades no emprego.

“Podem participar os AVD’s, ou seja, aqueles que conseguem desenvolver as ‘Atividades de Vida Diária’, como se alimentar e ir ao banheiro sozinhos, por exemplo”, disse Rodrigo Lemes Moreira, diretor da APAE Cotia.

Os dois beneficiados são Acídio Ribeiro dos Santos, de 40 anos, morador do Jardim Sandra, e Anderson Rodrigues da Silva, de 39 anos, que mora no Tijuco Preto. Ambos têm deficiência intelectual leve e estão na APAE desde março deste ano. “Estou ansioso”, confessou Anderson. O colega Acídio também não esconde a animação com o novo emprego. “Estou feliz”, disse.

“Promover a inclusão profissional é um desafio de todos. Acreditamos que as parcerias com organizações sérias seja um dos caminhos para superar as barreiras, além do investimento em capacitação profissional e a valorização do potencial de cada cidadão. Estamos muito felizes com a inserção do Acídio e do Anderson no mercado de trabalho”, disse o prefeito Rogério Franco assim que soube da contratação.