Rogério Franco faz balanço e promessas para 2019

Retorno do km 23, São Camilo e mudança no trânsito do Centrinho da Granja estão entre os temas de entrevista com prefeito de Cotia. Ele considerou que primeiros dois anos foram para organizar a cidade para novas obras

665

O prefeito de Cotia Rogério Franco (PSD) fez balanço positivo da sua primeira metade de governo que segundo ele foi para colocar as contas em ordem e garantir a saúde financeira da cidade.

Em entrevista à Revista Circuito, ele destacou algumas ações importantes realizadas até aqui e citou outras que ainda pretende por em funcionamento no próximo ano.  O início das obras de duplicação da Estrada de Caucaia, a reorganização da Saúde e a implantação do programa Cotia + Segura e os totens de segurança estão entre os destaques do prefeito como grandes ações de seu governo.

Para 2019, o prefeito disse que vai já está estudando com a equipe de transição do futuro governador João Dória, uma solução para o trânsito do retorno no viaduto do km 23. Disse ainda que planeja iniciar o projeto “Prefeito no seu Bairro” e entregar três novas escolas.

O prefeito também falou sobre a duplicação do trecho da Avenida São Camilo em parceria com a prefeitura de Carapicuíba e sobre a readequação do trânsito no centrinho da Granja Viana. Para ambos os casos, ele disse que os estudos estão prontos, mas não diz quando essas alterações entrarão em vigor.

Sobre a oposição ele classificou de politiqueiros que atrapalham o desenvolvimento da cidade, citando como exemplos os casos dos processos relacionados a logomarca que remeteria para propaganda pessoal inserida nos uniformes escolas e por conta disso não foram entregues aos estudantes e também o caso do futuro Pronto Atendimento de Caucaia da Alto, cuja obra foi interrompida.

Leia a entrevista completa abaixo.

Revista Circuito: Como avalia essa primeira metade de seu governo? Já é possível dizer que cumpriu 50% de seu plano de governo?

Rogério Franco: Conseguimos colocar em prática muita coisa que estava no nosso plano de governo. Esta primeira metade foi de muito trabalho, de colocar as contas em ordem, garantir a saúde financeira da nossa cidade para termos condições de investir em grandes obras. Com pulso firme e gestão adotamos algumas medidas necessárias para o futuro da cidade.

Paralelamente a isso, temos feito um trabalho de manutenção e zeladoria na cidade nunca visto. São centenas de vias que passaram por recapeamento, tapa-buraco, pavimentação e manutenção de estradas de terra. O início da duplicação da Estrada de Caucaia do Alto é um marco na cidade e vamos concluir este projeto neste mandato. O início da pavimentação na Estrada dos Pereiras, obra que os moradores esperaram por 30 anos vai se tornar realidade. Avançamos na educação com reformas de escolas, pagamento de benefícios a servidores e melhoria do ensino. Demos um salto na segurança com a implantação dos totens de monitoramento, abrimos oportunidades de promoção para as guardas civis femininas, renovamos a frota e estamos investindo continuamente na formação da Guarda. Na saúde praticamente zeramos as fila por consultas em todas as Unidades Básicas de Saúde, implantamos o Centro de Diagnósticos com mamógrafo, reformamos UBS’s, implantamos sala de exames cardiológicos, informatizamos e implantamos o prontuário eletrônico em toda a rede de saúde, a população passou a contar com o APP Saúde Simples, enfim, avançamos muito e vamos avançar ainda mais. Me comprometi a fazer o melhor governo da história dessa cidade e estamos trabalhando para honrar esse compromisso.

RC: 2018, foi um ano de crise ou de conquistas?

RF: Foi um ano de muitas conquistas para Cotia. Conseguimos superar os desafios com muito planejamento e pulso firme. Aqui em Cotia, não só otimizamos os recursos como também trouxemos novos investimentos para acelerar o crescimento da cidade, principalmente nas áreas da saúde, segurança, educação e infraestrutura. Enquanto muitas cidades atrasaram o pagamento dos seus funcionários, nós, não só pagamos em dia, como adiantamos os salários. Além disso, conquistamos nota A no índice CAPAG, o que atesta que nossa cidade tem uma gestão financeira eficiente.

RC: Quais programas ou projetos executados que o senhor destaca como mais importantes e/ou relevantes para a cidade até o momento?

RF: Sem dúvidas, o Programa “Cotia + Segura” revolucionou a segurança da nossa cidade. Trouxemos uma grande inovação que são os totens de segurança e renovamos toda frota de veículos da Guarda Civil Municipal. Temos usado a tecnologia a nosso favor e isso tem nos trazido muito retorno positivo.

O “Revitaliza Cotia” também é um ponto alto do nosso governo, pois é um trabalho grandioso que leva mais infraestrutura aos bairros e tem mudado a vida das pessoas, como no Jardim Arco Íris, onde houve uma transformação impressionante. Os projetos sociais têm mudado a vida das pessoas e levado esperança para as famílias. Sou muito grato à minha esposa e presidente do Fundo Social, Mara Franco, por me ajudar a cuidar das famílias de Cotia. Cada ação deste governo é executada com muito planejamento e sensibilidade, colocando os anseios da população em primeiro lugar.

RC: Quais os três principais projetos estão entre suas metas para 2019?

RF: Vamos colocar em prática o projeto “Prefeito no seu bairro” para estar ainda mais perto da população e levar melhorias em diversas áreas para resolver o problema de cada região o mais rápido possível. Nesses dois primeiros anos, foi necessário colocar as coisas em ordem e com gestão dar mais agilidade e eficiência no serviço público. Agora, para os dois próximos anos, quero estar mais próximo das pessoas.

Vamos avançar com a obra da duplicação da Estrada de Caucaia que vai levar desenvolvimento, segurança e qualidade de vida para os moradores do distrito, entregar três escolas de ensino infantil, uma no Jardim São Vicente, uma no Mirizola e a terceira no Jardim Torino, que vai abrir novas vagas na educação infantil. Vamos, também, colocar em prática a resolução do problema de mobilidade urbana do Km 23 da Raposo Tavares, projeto que está sendo discutido pessoalmente com a equipe de transição do governador eleito João Doria.

RC: Em abril deste ano, a Secretaria de Desenvolvimento urbano apresentou um projeto de duplicação da avenida São Camilo, como parte do programa “revitaliza Cotia-Granja Viana, trecho este na verdade pertencente à cidade de Carapicuiba. Por que não foi executado? O prefeito daquela cidade sinalizou positivamente à época. Houve o acordo com a prefeitura vizinha ou a prefeitura de Cotia desistiu do projeto?

RF: A secretaria de desenvolvimento urbano já finalizou o anteprojeto para duplicação da são Camilo entre o Pallos Verdes e o Alphaville, faltando agora realizar o levantamento planialtimétrico da área,  instrumento necessário para realizar o projeto executivo e consequentemente a planilha orçamentaria da obra , itens necessários para que o prefeito de Carapicuiba,  Marcos Neves apresente ao Fumefi (Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento) para conseguir os  recursos necessários para a duplicação da São Camilo.

RC: Ainda de acordo com o Revitaliza Cotia-Granja Viana, de acordo com informações divulgadas pela Secretaria e Desenvolvimento, “Uma das propostas para sanar o problema de trânsito entre a Rua José Félix de Oliveira e a Avenida São Camilo é a implantação de uma rotatória. Outra intervenção no local seria deixar a Rua José Félix de Oliveira com mão única no sentido Avenida São Camilo, e a Avenida São Camilo, por sua vez, teria mão única no sentido Rodovia Raposo Tavares.  Isso será de fato realizado? Se sim, quando?

RF: O estudo foi realizado pela secretaria de desenvolvimento urbano e esta sendo finalizada pela empresa especializada em trafego urbano (canhedo beppu engenheiros especializados) e coordenada pela secretaria de habitação e transito,  nos pontos de maior trafego foram feita medições quantitativas para determinação da melhor orientação do transito no centrinho da Granja Viana e em suas avenidas principais.

RC: De zero a 10 qual a importância ou relevância da oposição em seu governo? Por que?

RF: É preciso haver espaço para debate, a fim de chegar a decisões que beneficiem a maior parcela da população. Democracia se faz com diálogo, ouvindo as pessoas. E é desta forma que temos trabalhado: com pessoas que colaboram com novas ideias e não com projetos politiqueiros e pessoais, que atrapalham o andamento de benefícios coletivos, como aconteceu com os uniformes ou com a construção do novo pronto-atendimento de Caucaia do Alto. Até para ser oposição é preciso ter responsabilidade, porque aqui em Cotia, muitas vezes, eles têm atrapalhado a vida da população. Mas seguimos trabalhando e firmes em nossos projetos. Estamos aqui para mudar a vida das pessoas e, para isso, temos muito trabalho pela frente!