Grafiteiros da região mostram sua arte

O muro da Escola Estadual Vinicius de Moraes está de “roupa nova”. Com um comprimento de 67 metros e beirando o km 24 da rodovia Raposo Tavares essa manifestação pública torna-se uma verdadeira vitrine para quem admira o grafite e seus conceitos de street art. A equipe da Circuito esteve lá no dia da ação e conversou com alguns integrantes do projeto.

767

O muro da Escola Estadual Vinicius de Moraes está de “roupa nova”. Com um comprimento de 67 metros e beirando o km 24 da rodovia Raposo Tavares, essa manifestação pública
torna-se uma verdadeira vitrine para quem admira o grafite e seus conceitos de street art.
A equipe da Circuito esteve lá no dia da ação e conversou com alguns integrantes do projeto, entre eles, o Marciano, da SPLcrew, organizador do evento. “Eu tenho um personagem no meu trabalho que é um peixe, então convidei alguns grafiteiros da região para pintarem comigo o tema Submerso. Cada um está criando sua ideia. Também estamos pintando alguns pontos dentro da escola”, declarou Marciano.
O Diego, Formigha, é outro grafiteiro que teve destaque neste projeto desenvolvendo o mergulhador. “Sou morador de Cotia e fico feliz em poder interagir com a galera que passa e admira nosso trabalho, muita satisfação”, contou Migha. Babi representou as mulheres na arte de rua, pintando uma sereia.

Sobre o projeto – O projeto Submerso também contou com apoio do diretor da escola,
Carlos Augusto Silva, e da vice-diretora, Cemira do Carmo. Participação dos grafiteiros:
Mcn, Gosma, Animados, Stoned, Migha, Ronison, Mika, Ishence, Ratoscity, Lecheval, Decotreco, Izu, Yan, Nah Tintaliga, Htr, ½ kilo, Kblo, Sabios, Gaby, Pool, Biocin, Cravos, Bixo Rua, Nns, Ata, Djdy, Zeka, Vagos, Xapa.