Comunidade Islâmica de Cotia realiza palestra sobre o refugiado no Brasil

Encontro será no dia 9 de março na Câmara Municipal de Cotia. Palestrantes farão abordagens sobre as dificuldades, histórias e índices sobre os refugiados que saem de seus países para viver em solo brasileiro

354
Foto: .Marcelo Camargo/Agencia Brasil

A Comunidade Islâmica de Cotia (CIC) e o Centro Árabe Latino de Cultura e Estudos Estratégicos (Calcee) realizarão, no dia 9 de março, uma palestra sobre o refugiado no Brasil. O encontro será na Câmara Municipal de Cotia, às 10h.
A palestra será feita pelo sheik Jihad Hammadeh e pela professora Monica Broti. Ambos farão abordagens sobre as dificuldades, histórias e índices sobre os refugiados que saem de seus países para viver em solo brasileiro. Para participar, basta levar um quilo de alimento não perecível.
Segundo dados divulgados pelo Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), no relatório “Refúgio em Números”, o Brasil reconheceu, até o final de 2017, um total de 10.145 refugiados de diversas nacionalidades.
Desses, apenas 5.134 continuam com registro ativo no país, sendo que 52% moram em São Paulo, 17% no Rio de Janeiro e 8% no Paraná. Os sírios representam 35% da população refugiada com registro ativo no Brasil.