Racismo e sociedade são temas de teatro sobre a vida de Solano Trindade

O espetáculo narra a trajetória do poeta Solano Trindade por meio de sua história e poesia. Evento será na segunda-feira (13), às 20h, gratuitamente, no Teatro Popular Solano Trindade

378

A peça de teatro “Solano: vento forte africano” se apresenta apenas na próxima segunda-feira, dia 13/5, às 20h, gratuitamente, no Teatro Popular Solano Trindade. Encenada por Val Perré, com direção de Geovana Pires e texto de Elisa Lucinda e Geovana Pires, o espetáculo narra a trajetória do poeta Solano Trindade por meio de sua história e poesias, provocando a reflexão do público para temas como racismo, violência, exclusão, resistência, esperança, sonhos, igualdade, justiça e direitos.
Respeitado por artistas contemporâneos como Carlos Drumond de Andrade, Solano trabalhou em diversas frentes. Foi poeta, cineasta, ator, dramaturgo, pintor, folclorista e militante político. Solano é uma importante referência não só para a cultura brasileira em geral mas, principalmente, em prol da consciência negra e da luta pelos direitos dos negros no Brasil.
O evento é promovido pelo Ministério Publico do Trabalho, Organização Internacional do Trabalho (OIT) e Casa Poema, e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura.
O legado Solano Trindade
Nascido em Recife, Pernambuco, Solano percorreu vários estados e participou e iniciou de movimentos culturais e fundou grupos. Na década de 50, chega a Embu das Artes, onde fixa residência e fica até a sua morte, em 1974. No ano seguinte, sua filha Raquel Trindade cria o Teatro Popular Solano Trindade, que originou muitos poetas e vários grupos de teatro e dança.
Algumas criações de Solano: Em Pernambuco: Frente Negra Pernambucana e o Centro de Cultura Afro-Brasileiro; No Rio Grande do Sul: Grupo de Arte Popular; No Rio de Janeiro: Comitê Democrático Afro-Brasileiro, I Congresso Afro-Brasileiro, Teatro Experimental do Negro, Teatro Folclórico Brasileiro, Teatro Popular Brasileiro e o grupo de dança Brasiliana.
Solano: vento forte africano
Dia: Segunda-feira, 13/5, às 20h
Local: Teatro Popular Solano Trindade (av. São Paulo, 176, Centro, Embu das Artes)
Entrada gratuita