Desemprego em Carapicuíba é o menor da região

Entre as regiões da Grande São Paulo, a sub-região Oeste, que inclui Carapicuíba, apresentou a menor taxa anual (2018) de desemprego, passando de 16,6% em 2017, para 15% em 2018.

474
Foto: Secom/Carapicuíba

Os esforços do Governo Municipal, junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Social e Trabalho, para conseguir oportunidades de emprego aos moradores, geraram frutos. Entre as regiões da Grande São Paulo, a sub-região Oeste, que inclui Carapicuíba, apresentou a menor taxa anual (2018) de desemprego, passando de 16,6% em 2017, para 15% em 2018.
A estatística da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade) apresentou os seguintes dados na Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED): Município de São Paulo (15,8%), sub-região Sudeste (17,3%), Sudoeste (17,4%), Norte (20,9%), Leste (19,2%), Oeste (15%).
Segundo o secretário do trabalho de Carapicuíba, Luiz Gonzaga, a contribuição da cidade à redução do desemprego na sub-região Oeste vem da captação de vagas e do preparo dos moradores para o mercado de trabalho. “Além da busca intensa de oportunidades em diversos municípios, estamos qualificando os carapicuibanos, para que possam concorrer a vagas no Posto de Atendimento ao Trabalhador. É gratificante ver resultados positivos do nosso esforço”, comemora.
O desemprego total da Grande São Paulo em 2018 diminuiu 1,4% em relação a 2017. É a primeira redução anual desde a passagem de 2012 para 2013.