Gratuidade aos idosos nas salas de cinema enfrenta obstáculos

192

CARTA DO LEITOR

Na semana do dia 6 de maio, fui checar se no Cinemark, do Shopping Granja Vianna, estava valendo aquela lei que garante aos idosos a gratuidade nas salas de cinema, pois estávamos combinando de levar os idosos lá. Nós íamos levar uns 50 idosos. Uma atendente disse que não estava sabendo e foi questionar com o gerente. Aí ela voltou com a notícia de que o Cinemark tinha entrado com uma liminar – para barrar a gratuidade – e que o Cineflix, no The Square, já tinha entrado e ganhou. Questionei, pois em Cotia só há dois cinemas e nenhum deles vai participar da gratuidade? Não tem sentido.

Luciana Raimondo Ghio

CIRCUITO A Lei que Luciana se refere é a 2068/2019, de autoria do vereador Fernando Jão e sancionada recentemente pelo prefeito Rogério Franco. A reportagem entrou em contato com o vereador para saber o que estava acontecendo. Jão nos informou que no Cinemark o problema estava no sistema da empresa, que não conseguia cadastrar as pessoas a custo zero. O parlamentar garantiu que ainda esta semana o problema seria resolvido. “Quem entrou com liminar foi o Cineflix. Eles fizeram o mesmo em Campinas e perderam. É uma questão de tempo e de entendimento”, disse. A Circuito entrou em contato com o Cineflix, mas não obteve retorno até o momento.