Natural de Osasco, Cristiane se orgulha pela participação da seleção feminina na Copa

“Orgulho é o que define o sentimento que tenho por nós, pela nossa entrega, pela nossa luta, pela garra, pela vontade e por tantas coisas que passamos até chegar aqui”, escreveu a jogadora em seu Instagram

388
Foto: Divulgação / CBF

Pelo Instagram, a jogadora da seleção brasileira de futebol feminino, Cristiane Rozeira, postou uma imagem comentando sobre a participação das mulheres na Copa do Mundo. “Orgulho é o que define o sentimento que tenho por nós, pela nossa entrega, pela nossa luta, pela garra, pela vontade e por tantas coisas que passamos até chegar aqui”, disse em trecho da mensagem.
Na tarde deste domingo (23), o Brasil foi eliminado na prorrogação pela França, seleção dona da casa, por 2 x 1, nas oitavas de final da competição. Mas a derrota em campo não significou a falta de coragem para continuar seguindo em frente.
“Mais do que nunca agora o brasileiro nos conhece e reconhece. Que as portas se abram para tantas meninas que sonham em chegar no topo, que sonham em ir mais alto na realização de um sonho. Que sigamos trabalhando e nos dedicando porque ano que vem tem jogos olímpicos, ele está batendo aí”, escreveu a atleta.
Natural de Osasco, a jogadora, de 34 anos, retornou ao futebol brasileiro no início do ano, contratada pelo São Paulo. Em 2016, nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, ela se tornou a maior artilheira do futebol da modalidade, com a marca de 14 gols.
Cristiane chegou a concorrer ao prêmio de melhor jogadora do mundo pela FIFA em 2007 e 2008, ficando em terceiro lugar em ambas. O prêmio foi conquistado por Marta, sua companheira de equipe.
Por José Rossi Neto