Papo com recrutador: Carolina Rodrigues da Wurth

633

O Papo com Recrutador é com Carolina Rodrigues, responsável por Recursos Humanos da Wurth do Brasil Peças de Fixação. A empresa chegou a Cotia em 1986, e ocupa uma área de 55 mil metros quadrados, onde, além da empresa, está o complexo Centro Cultural Wurth. O grupo de origem alemã é composto por 400 empresas, presente em 84 países, e composto por mais de 77 mil colaboradores ao redor do mundo. No Brasil, a Wurth comercializa mais de 9 mil itens para SETE principais segmentos de mercado: indústrias, veículos leves e pesados, máquinas agrícolas, madeireiras, construção civil e revendas. Possui 1500 colaboradores, sendo que 1200 atuam na área de vendas.

 

Como funciona o processo de contratação de um novo colaborador Wurth?

Nosso processo de seleção é bastante criterioso e consiste em etapas como entrevistas com RH e gestores, testes de habilidades de acordo com a área de atuação, entrevistas com ex-empregadores, até algo muito específico nosso que é o acompanhamento de um vendedor Wurth em campo. Este último tem o objetivo de fazer com que o candidato conheça o negócio, pois somos uma empresa comercial. Ao mesmo tempo, avaliamos nessa etapa também algumas competências como curiosidade, capacidade de assimilação, iniciativa, comunicação e relacionamento interpessoal. Nossas oportunidades são divulgadas principalmente em nosso Site / Trabalhe Conosco e nas mídias sociais.

 

80% do quadro de colaboradores da Wurth Brasil são do setor de vendas, quais habilidades um vendedor deve ter para atuar na empresa?

Temos uma metodologia de vendas que deve ser assimilada e aplicada, para que o vendedor tenha sucesso. Para isso, algumas competências são fundamentais, tais como: curiosidade e vontade de aprender, resiliência, capacidade de assimilação e de aplicar seus conhecimentos no trabalho, comprometimento e lealdade, coragem e ambição. Buscamos pessoas que tenham, acima de tudo, vontade de trabalhar, com comprometimento, organização e disciplina de trabalho. Valorizamos pessoas que tenham paixão por vender, ou seja, que gostem de estar em campo, em contato com os clientes, que sintam satisfação em realizar uma venda e que busquem sempre superar suas metas.

 

Como o RH cultiva o vínculo e promove o engajamento dos funcionários externos e internos? Esse vínculo é fundamental e faz parte de nossa cultura corporativa em todo o mundo. Para promover esse vínculo, realizamos campanhas de vendas nas quais colaboradores internos apadrinham vendedores (externos e internos), com contatos telefônicos diários de motivação e dicas de vendas. Incentivamos que os colegas internos participem das reuniões mensais de vendas, bem como acompanhem vendedores em campo. Temos também um programa chamado Grupo de Apoio Social (GAS), no qual colegas internos apadrinham durante seis meses, um grupo de vendedores. Trabalhamos também com o Programa Mentoring, no qual nossa alta Direção e Gestores internos são responsáveis por bem integrar nossos novos vendedores, à cultura da empresa, reforçando processos e fluxos internos, e os inspirando com seus próprios exemplos de carreira e atuação.

Equipe de Recursos Humanos da Wurth

Agilidade e eficiência são compromissos da marca com seus clientes, como isso reflete na rotina dos colaboradores?

Somos uma empresa com Certificação ISO 9001 e, portanto, temos processos e controles muito bem definidos. Todas as áreas têm seu papel e suas responsabilidades e sabem de seu impacto nos fluxos de trabalho que têm como objetivo final o atendimento de qualidade aos nossos clientes. Temos investido também em sistemas e tecnologia que otimizam muitas atividades e contribuem também para agilidade e eficiência. Como responsável pelo desenvolvimento de pessoas, tenho a preocupação de definir programas de treinamento anuais dentro da carreira de cada colaborador, além de identificar e atuar na retenção de talentos. Nessa linha, desenvolvemos as habilidades que cada colaborador precisa para a realização de seu trabalho, o que é um fator importante no sentido da qualidade do trabalho e do engajamento naquilo que se faz. Em termos de competências, valorizamos pessoas que sejam proativas, dinâmicas e que tragam ideias de melhorias, pois o mercado em que estamos inseridos pede isso.

 


Carolina é formada em Psicologia pela USP com Especialização em Administração de Recursos Humanos pela FGV. Experiência de mais de 20 anos em Recursos Humanos, com foco nas áreas de Recrutamento e Seleção, Desenvolvimento de Pessoas e Treinamento, em empresas como Grupo Foco, Nestlé e, desde 2013, é responsável pela área de Recursos Humanos da Wurth do Brasil.


Quer conhecer as oportunidades em aberto na Wurth? Acesse https://site.vagas.com.br/PagEmpr.asp?e=wurth

 

Por Bia Marques Diniz, curadora do Selo Cidadão 2019: Conexão & Emprego