Colégio Sidarta comemora Festival da Lua

Festival da Lua ocorreu no Colégio Sidarta, no dia 12 de setembro. O evento é tradicionalmente comemorado na China, sendo considerado o segundo maior feriado deles depois do Ano Novo.

229

Segundo as tradições festivas na China, no décimo quinto dia do oitavo mês no calendário lunar chinês se comemora o Festival do Meio do Outono, numa tradução literal para 中秋节 (Zhōng qiū jié). No Brasil tal celebração é conhecida também como Festival da Lua e foi comemorada pelos estudantes do Colégio Sidarta no dia 12 de setembro de 2019.
De acordo com uma lenda chinesa, num pequeno vilarejo existiam dez sóis que deixavam a população local privada de água, elemento primordial para a existência da vida. O ancião do vilarejo resolveu então convocar um herói cujo nome era Hou Yi, que por sua vez através de arco e flechas abateu 9 dos 10 sóis existentes, restabelecendo o equilíbrio na terra. Para recompensá-lo, uma criatura divina resolveu lhe fornecer uma poção da imortalidade, permitindo que quem a beber se tornar imortal e viver no céu.
Hou Yi, ao retornar para sua casa, confidenciou a tal poção para sua esposa Chang’E e pediu para que ela guardasse enquanto ele buscaria o jantar daquela noite. Um ser malvado ouviu toda a conversa e logo que Hou Yi saiu ele entrou na casa e tentou tomar a poção de Chang’E, que por sua vez via-se num beco sem saída e sem pestanejar engoliu a poção mágica. Em seguida ela imediatamente voou para o céu e por amar Hou Yi conseguiu pousar na Lua, que é considerado o lugar mais próximo da Terra.
Desde então, o Festival da Lua, repleto de simbologias, de um modo geral representa a união familiar e é considerado o segundo maior feriado na China, atrás do Ano Novo. Apesar de no Brasil não ser feriado, durante as aulas de Mandarim os estudantes puderam vivenciar a festividade saboreando os famosos bolinhos da lua, recheados com doce de feijão preto e nozes. Tradicionalmente cada bolinho da lua é fatiado em 4 pedaços representando um gesto de generosidade e respeito com os demais membros da família ou amigos.

Charles 老师 “lǎo shī”
Professor de Mandarim do Colégio Sidarta