China aqui pertinho

A delegação olímpica da China – 370 atletas de 15 modalidades, entre atletas, técnicos e oficiais – utilizará o Clube Pinheiros como centro de treinamento durante a Olimpíada do Rio de Janeiro. O clube, que passa por reformas e ajustes finais, recebeu 3,5 milhões de dólares do governo chinês para que os atletas utilizem seu complexo poliesportivo. Cerca de 100 voluntários estão sendo treinados para auxiliar na recepção e adaptação dos chineses.

De 22 de julho a 14 de agosto, no salão de festas do clube, será montado um ringue de boxe, uma área de convivência e um refeitório. A piscina externa vai ganhar aquecimento para o treinamento do nado sincronizado. O ginásio de ginástica artística receberá um novo tablado, e quadras de tênis de saibro estão sendo transformadas em quadras rápidas. O tênis de mesa será montado no ginásio de handebol. E em quase todas as áreas onde os chineses vão treinar haverá instalação de mais iluminação. Os chineses terão horários específicos para treinar: duas horas de manhã e duas à tarde. Nestes períodos os sócios do clube não poderão utilizar as instalações dos treinos.

Para Arnaldo Luiz de Queiroz Pereira, diretor de esportes do clube, trata-se de momento histórico, com a presença de atletas ilustres, uma oportunidade única para o sócio do clube, cuja essência é a excelência em esportes.

Artigo anteriorParque Cemucam terá seu nome restabelecido
Próximo artigoNo clima do Tarzan