Cursos de Gastronomia e Confeitaria em São Paulo

Aprenda e aperfeiçoe suas experiências na cozinha com aulas ministradas pela Escola Sorvete, Opera Ganache Profissional e Escola Sassá Sushi

Com o boom dos programas de gastronomia, a procura por cursos livres na área de culinária e confeitaria aumentaram na cidade. Escolas para profissionais e amadores recebem interessados de todas as regiões do país. E em tempos de empreendedorismo, a capital nacional da gastronomia oferece os seguintes cursos de capacitação:

***

A Escola Sorvete – de empreendedorismo, logística e confecção do mercado sorvetes – do mestre sorveteiro Francisco Santana, tem como principal objetivo ensinar os brasileiros a produzirem e venderem sorvetes de qualidade. Com maquinário de última geração, utiliza receitas originais e artesanais, que recebem produtos naturais e benéficos à saúde humana. Além de apresentar receitas de todos os tipos de sorvetes, ajuda o futuro empresário a investir em novas ferramentas de negócios, logística e técnicas de vendas. Seguem os cursos:

07 a 08/03 – CONFEITARIA DO SORVETE – $$: R$ 1.000
Horário: 09h às 13h I Carga Horária: 4 Horas I Professores: Francisco Santana e Elisabeth Taity
Descrição: O aluno aprende técnicas de produção de entremets glacês, parfaits e mousses glacês. Tudo para quem deseja abrir uma confeitaria saborosa e de sucesso.

18 a 20/03 – PICOLÉS E PALETAS 1 – $$: R$ 1.500
Horário: 13h às 20h I Carga Horária: 21 horas I Professores: Francisco Santana e Elisabeth Taity
Descrição: Os alunos aprendem a formular receitas com ingredientes frescos e naturais, além de produzir recheios originais de sabores variados. O curso ensina a como empreendedor no mercado de picolés e paletas, com dicas de investimentos, administração e logística.

21 e 22/03 – PICOLÉS E PALETAS 2 – $$: R$ 1.000
Horário: 13h às 20h I Carga Horária: 14 horas I Professores: Francisco Santana e Elisabeth Taity
Descrição: Os alunos aprendem novas técnicas e formulações de sabores de picolés e paletas. Por exemplo, sabores alcoólicos, oleaginosas e diet. Para cada tipo de sorvete é ensinado o recheio ideal. O segundo nível é o próximo passo para a produção de produtos diferenciados.

28 a 30/03 – CRIANDO E PREPARANDO GELATOS, SORVETES E ICE CREAMS I – $$: R$ 1.500
Horário: 13h às 20h I Carga Horária: 21 horas I Professores: Francisco Santana e Elisabeth Taity
Descrição: O aluno aprende a identificar ingredientes e desenvolver formulações básicas de receitas. Além de criar tabelas analíticas e preparar pastas saborizantes. São ensinadas teorias de componentes e suas relações com o sabor, textura e ponto de congelamento.

31/03 a 02/04 – CRIANDO E PREPARANDO GELATOS, SORVETES E ICE CREAMS II – $$: R$ 1.500
Horário: 13h às 20h I Carga Horária: 21 horas I Professores: Francisco Santana e Elisabeth Taity Descrição: O aluno aprende receitas de maior complexo e dificuldade. O nível ajuda os alunos a melhorarem a visão comercial da indústria dos sorvetes. É ensinada técnicas de logísticas, vendas e administração. Dicas de como gerir a vitrine e escolher o ponto de venda são apresentadas.

16/04 – SÁBADO SORVETE – $$: R$ 250,00
Horário: 09h às 13h I Carga Horária: 04 Horas I Professora: Elisabeth Taity
Descrição: Curso voltado para quem está iniciando no mercado de sorveteria ou amadores. Os alunos aprendem os fundamentos básicos de formação de um sorvete. É apresentado sabores , tipos e importância dos ingredientes, receitas rápidas e a importância de se trabalhar com produtos da estação (sazonalidade dos produtos). São ensinadas receitas de sorbet (sorvete a base de água) e gelatos (sorvete de massa tradicional).

***

A Opera Ganache Formação Profissional é uma extensão da confeitaria Opera Ganache, do mestre confeiteiro Rafael Barros – referência internacional no setor. A loja, localizada no mesmo endereço da escola, ganhou fama ao oferecer receitas saborosas e originais do doce francês Macaron. Seu chocolate e confeiteiro também já foram nomeados como os melhores da cidade pela revista Veja. A frente de todas as aulas está o mestre Rafael Barros, que apresenta os segredos da confeitaria de sucesso. Segue calendário:

01/03 – TÉCNICAS DE CONFEITARIA: CHEESECAKES – $$: R$ 350
Horário: 14h às 17h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Rafael Barros – 04 Vagas
Descrição: O aluno aprende a produzir o tradicional New York Style Cheesecake, com calda de morangos frescos, além das receitas do Cheesecake de Caramelo Salé e Doce de Leite, o Cheesecake de Chocolate Intenso e o Clássico Cheesecake Óreo.

02/03 – TÉCNICAS DE CHOCOLATE AVANÇADO: OVOS DECORADOS – $$: R$ 350
Horário: 19h às 22h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Rafael Barros – 06 Vagas
Descrição: O aluno aprende técnicas de pulverização e pintura de ovos. Aprende a trabalhar com a criatividade na criação e originalidade de produto. Além disso, ele aprende a banhar,  preparar montagens (colagens) e manipular moldes de gelatina.

04/03 – TÉCNICAS DE CONFEITARIA: BALAS DE COCO – $$: R$ 480
Horário: 19h às 22h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Rafael Barros – 04 Vagas
Descrição: o aluno aprende a transformar ingredientes simples, como açúcar e leite de coco em deliciosas balas de coco. Serão ensinadas técnicas de bala de coco simples, gelada e recheadas com caramelo, brigadeiro e outros recheios. O aluno leva para a produção.

05/03 – TÉCNICAS DE CHOCOLATE AVANÇADO: OVOS COM CASCA RECHEADA – $$: R$ 350
Horário: 14h às 17h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Rafael Barros – 06 Vagas
Descrição: O aluno aprende a preparar as casas de ovos, além dos diversos sabores de recheios para incrementá-las. Aprende também a determinar o prazo de validade e montar ovos de corte e ovos de colher.

***

A Escola Sassá Sushi, do empresário e sushiman Sassá, soma mais de 13 mil alunos formados e certificados profissionalmente. Extensão do restaurante japonês Sassá Sushi, reconhecido como um dos melhores da cidade pela revista Veja, ensina de técnicas básicas da culinária japonesa até níveis avançados para quem já trabalha em restaurante. O didático e atencioso Sassá ministra todas as aulas da escola, que ocorrem de terças e sábados, em valores de 200 a 450 reais.

05, 07, 14, 21 e 28/ 03 – AULA BÁSICA SUSHIMAN – $$: R$ 250
Horário: 11h às 14h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Sassá – 18 Vagas
Descrição: O aluno aprende técnicas de preparar o arroz japonês (Gohan) e cortes de peixe. O professor também ensina a preparar receitas simples, como a do sunomono, temakis, uramakis, sashimis, entre outros. No final, o aluno pode experimentar os pratos que criou.

12/03 e 02/04 – AULA INTERMEDIÁRIA SUSHIMAN – $$: R$ 290
Horário: 19h às 22h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Sassá – 18 Vagas
Descrição: O aluno aprende técnicas mais aprimoradas de cortes de peixe, tipos de condimento e tempo de cozimento. Por exemplo, como criar tempurás e hot holls. Dicas de como manipular a faca com segurança, além de detectar a qualidade dos peixes.

19/03 – AULA AVANÇADA SUSHIMAN – $$: R$ 320
Horário: 11h às 14h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Sassá – 16 Vagas
Descrição: Neste módulo, o aluno é preparado para se tornar o verdadeiro sushiman. Ele recebe certificado de profissional e pode apresentá-lo em todas as unidades de restaurantes japoneses. No final deste curso, os pratos preparados são degustados com uma rodada de saquê.

28/03 – MASTER SUSHIS ESPECIAIS – $$ R$ 450
Horário: 11h às 14h I Carga Horária: 03 Horas I Professor: Sassá – 14 Vagas
Descrição: Aula voltada para quem já trabalha no setor ou para quem deseja dar continuidade ao nível avançado. São ensinadas novas receitas e dicas de com manipular e preparar pratos de qualidade. Além dos benefícios das receitas para a saúde e qual o melhor ingrediente.

***

ESCOLA SASSÁ SUSHI
Rua Horácio Lafer, 640 – Itaim Bibi
Tel: (11) 3078-4538 I www.sassasushi.com.br

OPERA GANACHE FORMAÇÃO PROFISSIONAL
Rua Augusta, 2542 – Loja 7–  Vila San Pietro – Jardins
Tel: (11) 3062 7161 / www.operaganache.com.br

ESCOLA SORVETE
Rua Apinajés, 1720 I Tel.: (11) 3862-1698
www.escolasorvete.com.br

Artigo anteriorSeu filho tem medo do escuro? Saiba o que fazer
Próximo artigoVenda de imóvel usado caiu, mas locação cresceu