Felipe Titto estrela campanha da Chilli Beans com óculos que mudam de cor

Alteração acontece nas lentes e armações quando entram em contato com a luz solar e o calor

A Chilli Beans lançou a coleção Color Match. A marca usou a tecnologia somada ao design para produzir óculos e relógios que se adaptam e mudam de cor quando entram em contato com a luz solar ou com o calor. Felipe Titto foi escolhido para ser a cara da campanha em um filme que mostra o ator se multiplicando em espectros coloridos enquanto usa as armações exclusivas.

“A inovação e a ousadia no design fazem parte da história da nossa marca. Trouxemos uma tecnologia exclusiva para dialogar com a moda e o resultado foi uma coleção repleta de óculos lindos. O nosso cliente agora tem mais um motivo para curtir o verão em alto estilo”, afirma Caito Maia, CEO da Chilli Beans.

Os elementos fotossensíveis foram misturados à composição dos óculos. Com a incidência dos raios UV, as lentes ganham novas cores em questão de minutos. Em outros modelos, as hastes receberam uma exclusiva pintura termocrômica, pigmento que reage ao calor e cria um “efeito camaleão” nas peças, revelando uma nova cor. Já os relógios têm tratamento fotoluminescente e brilham no escuro, pois são feitos com uma substância responsável por irradiar a luz visível. Essa energização acontece quando o relógio é exposto por alguns minutos à uma fonte de luz, permitindo que o brilho aconteça por várias horas no escuro.

Além de ter o Felippe Titto estrelando a campanha, parte dos modelos foram assinadas pela musa do funk e parceira da Chilli Beans Ludmilla. São mais de 15 modelos entre óculos solar, grau e relógios com uma tecnologia única que variam entre R﹩249,98 e R﹩ 429,98.

Relembrando

Felipe Titto foi capa da revista Circuito na edição de março 2014, na oportunidade o ator contou com detalhes sobre o início da sua carreira e sua trajetória até o sucesso.

Felipe que nasceu em Cotia, recentemente foi apresentador do reality show “Soltos em Floripa”.

 

Baixe a edição e confira a entrevista na íntegra, clicando aqui.

 

Artigo anteriorSP ultrapassa 43 milhões de doses da vacina do Butantan entregues ao Brasil
Próximo artigoTestes para coronavírus: entenda os tipos e diferenças entre eles