Como uma otimista por natureza, espero que, em um futuro não muito distante, possamos ter superado esse momento da melhor forma possível. A recessão que iremos sofrer será inevitável, mas acredito que com bom senso e muita solidariedade poderemos minimizar o sofrimento e as perdas de ambos os lados: empresários e empregados. Temos que, nesse momento, mais uma vez, reaprender a administrar nossos negócios e nossas vidas. É hora de apertar os cintos e também de valorizarmos o que é realmente importante, que são nossos entes queridos, os próximos e, principalmente, a saúde. Porque bens materiais se conquista a qualquer tempo, depois da crise. O grande aprendizado de tudo isso é justamente isso: a solidariedade que a população desenvolveu, a capacidade de se colocar na situação do outro, o desapego a bens materiais, a união de famílias e o grande exercício de amor.

Karina Reina Vianna, proprietária das Clínicas Vianna Odonto e Vianna Face

Artigo anteriorNúmero de casos de coronavírus aumenta em Cotia
Próximo artigoHoróscopo: previsões para abril