Plus size: saiba como escolher peças para modelar e alongar o corpo

Público plus size pode e deve usar branco

O mundo da moda é recheado de regras antigas, que há anos já não possuem mais aplicabilidade. A cor do sapato deve combinar com a bolsa, dourado e prata não podem andar juntos e, uma das mais comentadas: branco é uma cor que engorda e, por isso, deve ser evitado ao máximo pelas mulheres mais gordas.

A verdade é que, além de ser uma cor clássica, que traz bastante sofisticação ao look, o branco garante muitas possibilidades de criação, permitindo que a pessoa mostre bastante personalidade. Por exemplo, um visual total white combinado com sandálias e lenços coloridos, além de estiloso, pode valorizar todos os corpos.

A roupa dessa cor – uma calça, um vestido até mesmo a uma lingerie branca – pode, e deve, ser usada por todos. É uma tonalidade que chama atenção, destacando e iluminando a mulher. Mas isso não quer dizer necessariamente que o branco irá ressaltar partes mais cheias do corpo, uma vez que isso está muito mais relacionado ao caimento e corte da peça.

Atenção ao caimento 

Se é desejo da mulher apresentar uma silhueta mais esguia, existem milhares de maneiras de fazer isso e nenhuma delas está relacionada à cor. Na hora de optar pela roupa é muito mais interessante avaliar decote, comprimento e tamanho do que a própria coloração.

Usar manequins menores pode ter sido uma saída para muitas mulheres gordas que tiveram dificuldade de encontrar números adequados. Porém, a moda vem apostando com mais força em diversidade, a fim de atender um público mais amplo.

Por isso, tanto blusas, como vestidos, calças e lingerie plus size estão em alta no mercado. A recomendação é sempre priorizar o tamanho adequado – nem muito largo, nem muito justo – a fim de destacar a beleza natural de cada silhueta.

Além disso, algumas outras dicas possíveis são os decotes em V, as calças de cintura alta e os looks monocromáticos – como os já citados total white. Todas as alternativas oferecem a sensação de continuidade, o que auxilia na ideia de um tronco mais alongado.

Mais uma opção é apostar em looks que marquem a cintura, seja com um cinto ou uma faixa, deixando a região mais afinada. Fendas na perna ou detalhes com cores mais escuras na região do abdômen também podem ter efeito de afinar o corpo, mesmo em visuais em que o branco prevalece.

Detalhes que moldam o corpo

Para além de pontos estruturais do look – como cortes e modelagens – existem outros detalhes que podem ajudar a moldar o corpo, caso a pessoa ainda se sinta insegura para apostar em visuais com muito branco.

Quanto ao styling, sobreposições são maneiras delicadas de quebrar o brilho da cor. Como o branco chama atenção, as iniciantes no estilo podem se valer de jaquetas, lenços ou combinações para equilibrar o look. Um toque de branco, como uma blusa clara sob um vestido escuro, é uma forma de aproveitar o efeito iluminador da cor.

Estampas extensas na vertical também podem ser coringas na hora de alongar a silhueta. Nesse caso, um vestido ou blusa off-white com desenhos geométricos mais finos são opções estratégicas. Para dar mais destaque à tonalidade branca, vale apostar em estampas claras, como azul ou rosa bebê, que irão moldar o corpo de maneira discreta.