Veja como solicitar o cartão BOM Especial

O bilhete é um benefício que garante, a pessoas com deficiência e também a menores de 16 anos, gratuidade na tarifa dos ônibus intermunicipais

No ano passado, ao menos 60,5 mil cartões BOM para pessoas com deficiência foram emitidos pela EMTU, somente na Região Metropolitana de São Paulo.
Chamado de BOM Especial, o bilhete é um benefício que garante, a pessoas com deficiência e também a menores de 16 anos, gratuidade na tarifa dos ônibus intermunicipais.
Para a concessão do bilhete, a EMTU considera pessoa com deficiência as seguintes categorias: auditiva (somente nos casos de severa ou profunda e para os alunos matriculados e que frequentam escolas especiais para deficientes auditivos), visual, mental e múltipla.
Quem tem algumas doenças orgânicas incapacitantes também tem direito. São elas: neoplasias (tumores malignos) em tratamento de quimioterapia, paciente renal crônico em hemodiálise e doenças causadas pelo HIV.
Como solicitar
O acesso ao benefício, porém, pode não ser tão simples.
Na Região Metropolitana, o interessado precisa ir até uma unidade de saúde do SUS credenciada e passar por avaliação multiprofissional. Ao final da avaliação, um laudo médico será emitido.
Também será definida uma data e horário para a pessoa comparecer ao Centro de Atendimento ao Passageiro Especial – CAPES, no bairro Jabaquara, na capital paulista, levando os documentos necessários. O cartão BOM Especial é entregue no mesmo dia.
O bilhete vale de 6 meses a 2 anos, de acordo com a classificação da deficiência ou doença.
Para conferir a lista das 785 unidades de saúde credenciadas e os respectivos endereços, clique aqui.
*Com informações do Metro Jornal

Artigo anteriorSão Roque terá cinco dias de Carnaval
Próximo artigoSem prazo, 3,3 mil barragens serão fiscalizadas no Brasil