Banda Falamansa lança o single “O Amor Que Tudo Pode” e comemora 22 anos de história

A música composta durante este período de isolamento social fala sobre fé e amor para superar as dificuldades. O lançamento nas plataformas de música e do clipe no YouTube oficial acontece no dia 25 deste mês

A Falamansa lança o single e videoclipe “O Amor Que Tudo Pode” nas plataformas de streaming e no YouTube oficial no dia 25 deste mês e disponibilizou o ‘pre-save’, no dia 14, para comemorar o primeiro dia em que subiu ao palco (13/09/1998), neste mês a banda também completa 22 anos de história.

Além de contagiar o público com o ritmo dançante do forró, xote e baião, a Falamansa sempre traz mensagens otimistas em suas canções, e neste período de isolamento social não poderia ser diferente, o novo single emociona e reforça a mensagem de resiliência e perseverança.

O single foi composto por Tato e Felipe K durante a quarentena e o videoclipe tem a direção de Kael. “A música traz a essência da Falamansa com um clima de calmaria com a sonoridade do ukulele, além da sanfona, percussão entre outros instrumentos, e uma mensagem de esperança que todos estamos precisando neste momento”, explica Tato, vocalista do grupo.

“Esperamos que esta canção leve um pouco de alegria, otimismo e fé às pessoas, como se fosse uma notícia boa que tanto esperamos sair nos jornais nestes dias difíceis, para juntos, mesmo com distanciamento físico, espalhar uma onda de positividade”, ressaltam os integrantes da Falamansa.

Relembrando
Na edição 137, de maio de 2011, adentramos o lar de Tato Cruz, vocalista do Falamansa, e conhecemos sua família. Em sua linda casa, na Granja Viana, Tato nos contou sobre a formação da banda, seu dia-a-dia e o porquê escolheu o bairro. “Primeiro porque queria um lugar de fácil acesso para estradas, e estamos próximos do Rodoanel. Então, comecei a pesquisar. Comecei vendo casas, mas quando vi o terreno, mudei de ideia. Eu mesmo desenhei a minha casa, que é em forma de piano estilizado. Meu pai ajudou na criação das portas, por exemplo, que são enormes. Construí em quatro anos. É ótimo para compor com este verde ao redor. O gostoso é que a Granja tem horas que parece praia, depois campo. Adoro aqui, sinto-me um perfeito granjeiro”, contou na época.