Com apoio da Unesco, escolas integram movimento pelo Dia Mundial da Criatividade

O Brasil mais uma vez será sede do Dia Mundial da Criatividade (World Creativity Day) que surgiu por aqui, ganhou visibilidade mundial e ao chegar à 4ª edição, teve um aumento de 800% no número de cidades participantes e de 500% no número de atividades que serão realizadas em relação a 2018. E cria um novo marco ao distribuir cerca de R$ 14 milhões em bolsas de estudo em diferentes escolas criativas parceiras da iniciativa. Serão 112.695 bolsas de até 100%.

O evento consolida a data como a maior experiência imersiva do planeta com a missão de acelerar a revolução da aprendizagem e garantir que milhares de pessoas possam desenvolver novas habilidades com foco em empregabilidade e geração de renda, contribuindo para reduzir os danos e prejuízos causados pela pandemia.

Três movimentos globais reiteram a importância da realização do World Creativity Day com a temática de apoiar a nova educação para o desenvolvimento de habilidades do futuro e com isso acelerar a formação da criatividade e da inovação, recriando o desenvolvimento social econômico pautado pela sustentabilidade e pelo conhecimento em rede. São movimentos da ONU, do Fórum Econômico Mundial e da Unesco.

A Unesco América Latina declarou apoio à iniciativa e abrirá a transmissão do World Creativity Day no dia 21 de abril direto de São Paulo para todo o país pelo Youtube. O evento será encerrado com show do cantor norte-americano Donavon Frankenreiter no final da programação no dia 22 de abril. Paralelamente serão realizadas centenas de atividades, escolhidas pelos participantes ao baixar o aplicativo World Creativity Day 2021.

ONU escolheu 2021 como o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável

A Assembleia Geral da ONU estabeleceu 2021 como o Ano Internacional da Economia Criativa para o Desenvolvimento Sustentável. A proposta reconhece a necessidade de promover o crescimento econômico sustentado e inclusivo, fomentando a inovação e fornecendo oportunidades para todos e o respeito por todos os direitos humanos.

A Organização das Nações Unidades também identificou a necessidade contínua de apoiar os países em desenvolvimento e aqueles com economias em transição na diversificação da produção e das exportações, inclusive em novas áreas de crescimento sustentável, como as indústrias criativas.

E o Fórum Econômico Mundial trabalha para atingir 1 bilhão de pessoas até 2025 no desenvolvimento de 10 principais habilidades, que o World Creativity Day acrescentou outras três para definição dos temas que estarão nos cursos, atividades e aulas promovidas.

Artigo anteriorAs peças-chave para quem quer um guarda-roupa inteligente e versátil
Próximo artigoCarapicuíba realiza mais de 70 mil testes de coronavírus