Com baixa complexidade, PA do São George atende 200 pessoas por dia

59

Por Sonia Marques

Quando você ou alguém de sua família está com aquela gripe que não passa, com febre, dor de cabeça, ou se alguém sofre um acidente doméstico, um atropelamento, tem um mal súbito, a primeira coisa que vem à cabeça é correr para o pronto socorro mais próximo. Em muitos casos, uma vida é salva pela agilidade e rapidez nos primeiros atendimentos.

A maioria desses casos são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) mesmo que muitas vezes o paciente tenha um plano de saúde.  Nem sempre é possível o deslocamento em longas distâncias e nem sempre há pronto atendimento vinculados aos convênios médicos (e quando se mora na Granja Viana e se tem a Raposo Tavares para se deslocar, a preocupação é dobrada)

No caso da Granja Viana, por exemplo, os moradores da região se viram esperançosos com a possibilidade da instalação de uma unidade do Hospital São Camilo, na cidade, mais precisamente na avenida São Camilo. Mas, o sonho dos granjeiros durou pouco, a vinda do Hospital foi descartada.

E foi pensando na saúde de nossos moradores, que têm ou não convênio médico, que fomos fazer uma visita ao Pronto Atendimento do Parque São e saber o que o granjeiro tem à disposição.

Vale dizer que o Sistema Único de Saúde (SUS) é um dos maiores e mais complexos sistemas de saúde pública do mundo, abrangendo desde o simples atendimento para avaliação da pressão arterial, por meio da Atenção Primária, até o transplante de órgãos, garantindo acesso integral, universal e gratuito para toda a população do país.

O nosso anfitrião foi o próprio Secretário de Saúde de Cotia, o médico Magno Sauter ao lado do coordenador da unidade Ronaldo Ronchi Redivo

Era uma terça-feira por volta de 15h horas e pode-se dizer que a unidade estava tranquila. Uma média de 200 pessoas são atendidas a cada 24 horas no local, considerado pelo Secretário de “baixa complexidade”. Metade dos atendimentos são oriundos da vizinha cidade de Carapicuíba.

Recepção, triagem, enfermagem, curativos, raio – x, sala de observação, remoção, UTI…. Uma rotina que não para nunca. Cinco médicos dividem os plantões no Pronto Atendimento do Parque São George, sendo três durante o dia. Um profissional está sempre na retaguarda, para os casos de remoção de pacientes. E neste momento surge a pergunta que muitos moradores da região fazem quando veem uma ambulância ali parada aparentemente sem uso: “por que uma ambulância ali parada ao invés de estar sendo usada para atender a população”? Para a remoção de pacientes que precisam de atendimentos mais complexos em outras unidades.

Doutor Magno Sauter e o coordenador do PA do São George, Ronaldo Ronchi, apresentaram a unidade

“Atender rápido é o grande desafio do médico mas temos que obedecer a lógica da medicina”, comenta o médico secretário. “O que em princípio pode parecer uma simples febre, pode evoluir para uma meningite”.

Muito já se questionou sobre a presença de pediatra do Pronto Atendimento. Essa repórter por exemplo, por mais de uma vez já presenciou crianças serem dispensadas da unidade  sob a alegação de não ter pediatra para o atendimento. Doutor Magno Sauter refuta essa informação.  “Todos os médicos da unidade são socorristas habilitados para todas as situações, independentemente da idade do paciente”. E garante que o PA do São George tem equipe e equipamentos para realizar os procedimentos emergenciais e estabilizar o paciente.

Sala de triagem

Raio-X
UTI

Rotina e Protocolo de Manchester

Após passar pela recepção do pronto atendimento, o paciente passa pela triagem, normalmente feita por enfermeiros que analisam as variáveis que implicam a gravidade do paciente entre as quais as principais são:  intensidade das dores, sinais vitais, sintomas, glicemia, pressão arterial, batimento cardíaco.

Importante ressaltar que em um pronto socorro a prioridade de atendimento é definida pelo grau de complexidade do doente. Para isso, os hospitais utilizam o mundialmente conhecido “Protocolo de Manchester” (veja a classificação abaixo).

Farmácia

Outro grande questionamento que usuários do PA fazem é: “se o PA é 24 horas, por que a farmácia também não é?”

Segundo o Secretário Magno Sauter a farmácia é um “plus” no PA do São George. “Não é praxe os prontos socorros terem farmácia”, argumentou e apontou a unidade do Atalaia como opção para os que necessitem de medicação fora do horário comercial, a única farmácia pública que funciona 24 horas da cidade. Os pacientes já saem do atendimento medicados e esse seria um dos argumentos para a não necessidade de farmácia funcionando 24 horas no PA.

Quando procurar uma UBS ou Pronto Atendimento?

Uma dúvida muito comum entre a população é qual lugar procurar em caso de uma doença, emergência ou até mesmo um mal-estar. E muito se houve falar sobre “o uso errado dos Prontos Atendimentos”.

O SUS preconiza que o primeiro contato deve ser através da UBS, considerada a porta de entrada do cidadão. Mas doutor Magno explica que os casos agudos como dores, febres, mal-estar sem origem conhecida deve sim ser levados ao Pronto Atendimento e de lá o médico fará o encaminhamento, se necessário, para que os sintomas sejam investigados e tratados.

Já as UBS – Unidade Básicas de Saúde, devem ser acionadas nos casos de vacinação, realização de testes rápidos, entrega de medicamentos, troca de curativos, injeções entre outros procedimentos.

De acordo com o Secretário, a região da Granja Viana possui oito UBS (veja relação abaixo). Elas contam com pediatria, ginecologia obstetrícia e clínica médica que atendem exclusivamente moradores da cidade mediante consulta marcada, em horário comercial. Nas UBS também ocorrem a coleta de alguns exames solicitados pelos médicos como sangue e Papanicolau.  Outras especialidades são encaminhadas para a Policlínica, também com consultas agendadas.

Serviço

– Pronto Atendimento do Parque São George – 24 horas

Av Denne, 111 – Parque São George – Fone: 4617-5314

Unidade Básicas de Saúde

UBS RIO Cotia

  1. Pedro Rodrigues, Nº 12 – Jardim do Rio Cotia – Fone: 4616-046

UBS PARQUE Alexandre

  1. José de Andrade, Nº 1287 – Parque Alexandre – Fone: 4702-4536

UBS São Vicente

Estrada do Embu, Nº 625 – Jardim Torino – Fone:

UBS Jd engenho

  1. das Doninhas, 317 – Jardim do Engenho – Fone: 4616-0466

UBS Suave Recanto

  1. Mendes Pimentel, S/N – Jardim Recanto Suave – Fone: 4130-8880

UBS Santa Ângela

Rua Francisco Pereira, A. Filho, 1.511 – Jardim Santa Maria –

UBS Parque São Jorge

Av. Elias Zarzur, 368 – Parque São George – Fone 4702-2803

UBS Assa – Granja Viana

  1. Santo Antônio, 406 – Vila Santo Antônio, Cotia – Fone 4702-3509