Como montar looks com cores vibrantes sem exagerar

A consultora de moda Camila Cavalcante explica sobre esse universo colorido das peças

A montagem do look não depende apenas das peças, os acessórios são importantes e a escolha das cores também é fundamental. Há quem tenha medo de usar tons vibrantes e quem se sente desconfortável em usar os mais escuros.

Segundo Camila, tudo começa ao descobrir nossa própria paleta de cores. A consultora conta que ao identificar as combinações, nós abrimos um leque de opções para valorizar a beleza natural e deixar a pele com um aspecto jovem, saudável, iluminado e uniforme.

E será que após essa descoberta nós podemos usar tons que não estão em nossa paleta? Camila diz que sim. “Ao descobrir a cartela, a intenção não é deixar de usar completamente essas cores que não fazem parte dessa seleção, mas sim, ter a consciência de quais são, e passar a usá-las de forma mais estratégica, fazendo o uso da maquiagem com as tonalidades da sua cartela, para amenizar os possíveis efeitos negativos que uma cor que esteja de fora pode causar”, explica.

Já sobre os tons vibrantes, a consultora de moda dá dicas de como combinar sem passar dos limites. “Podemos usar o círculo cromático para combinar cor com cor de forma harmônica no look, aproveitando que o color blocking e as cores mais vibrantes vão estar super em alta nessas coleções de primavera/verão.  Fazer composições de harmonias monocromáticas, usando um look completo com peças da mesma tonalidade, pode ser uma excelente opção, pois a harmonia monocromática além de alongar a silhueta tem uma mensagem forte de elegância”.

Camila revela que combinar cores análogas também é uma ótima opção. Essa combinação consiste em usar tons vizinhos do círculo cromático, como o vermelho com pink, verde com azul, laranja com amarelo e lilás com azul.

Se você tem uma cartela neutra, Camila desmistifica algumas questões sobre o tema.

Existe uma cartela completamente neutra? É possível usar cores fora da minha cartela?

“Na verdade, não existe uma cartela totalmente neutra, as cartelas estão sempre associadas a uma temperatura de subtom quente ou frio. Quando dizemos que uma cartela é neutra, isso significa que a temperatura não é a principal características daquela cor, e sim a profundidade ou a intensidade, mas mesmo a cartela neutra fria ou neutra quente, possui cores específicas que vai valorizar mais a sua beleza”, explica.

Além de valorizar a beleza natural, Camila Cavalcante explica que a cor é um dos elementos mais importantes na nossa comunicação verbal e que ao serem captadas pelo nosso sistema visual, são transformadas dentro do nosso cérebro em sensações, sendo capazes de atrair, repelir, conectar ou intimidar as pessoas que nos cercam.

A consultora de moda reforça dizendo que aprender a usar os tons em nosso favor é uma estratégia para expressar o que queremos comunicar visualmente.

Falando em expressão Camila dá dicas de como montar um look com cores vivas, sem “extrapolar”.  “O verão está chegando e as tonalidades vibrantes estarão em alta. Quem deseja um visual cheio de personalidade com o uso de tons vibrantes, porém com alguma discrição e elegância, é importante evitar de combinar esses tons mais vivos com o branco puro e preto puro, pois ao invés de neutralizar e acalmar os tons cheios de vida, eles têm o poder de destacar e dar ainda mais vida a eles. Já para quem não é adepta de combinações tão vibrantes, vale sempre apostar nos tons neutros que tem o poder de neutralizar e acalmar essas cores como: areia, cinza, caramelo, rose, azul jeans e azul marinho, são excelentes neutros”, finaliza a especialista.

Artigo anteriorMuseu das ilusões estende temporada em São Paulo até dezembro
Próximo artigoApae Cotia abre lab de TI para atender gratuitamente crianças e jovens da região