Empresa aprimora EAD e amplia modalidade aos aprendizes de São Paulo

Formato exclusivo atenderá, de forma gradativa, os cerca de 14 mil jovens aprendizes de todo o Brasil

Desde a suspensão temporária das atividades teóricas, em 16 de março, devido a pandemia do coronavírus, o Espro – Ensino Social Profissionalizante – concentra seus esforços para que os adolescentes e jovens continuem desenvolvendo os conceitos do Programa de Sociaprendizagem. Sabendo da importância em manter os aprendizes ativos nesse período, a instituição aprimorou todo o conteúdo de Ensino a Distância (EaD), que começou a ser aplicado de forma abrangente em todas as filiais.
De forma gradativa, obedecendo calendário definido pela área de Educação e Aprendizagem, os cerca de 14 mil jovens de todo o Brasil, incluindo a filial São Paulo, passarão a acompanhar o conteúdo específico de maneira interativa com acesso que pode ser feito, inclusive, pelo celular.
“Tivemos muito cuidado em alinhar o conteúdo com o formato mais adequado e produtivo, bem como no processo de capacitação do nosso time, visando algo diferenciado e atrativo no processo de Socioaprendizagem dos nossos jovens”, disse o superintendente executivo do Espro, Alessandro Saade.
Vale destacar que o Espro desenvolveu conteúdo pedagógico teórico exclusivo. Além disso, capacitou instrutores, supervisores educacionais, analistas de acompanhamento e assistentes sociais para aplicação do novo formato.