Nenhuma pessoa combate o racismo calada. Esse é o mote da campanha da TIM em apoio ao Dia da Consciência Negra, celebrado no dia 20 de novembro. Chamada de “Saia do modo silencioso”, a ação desenvolvida pela agência BETC HAVAS tem como principal iniciativa o lançamento de uma composição inédita da cantora Negra Li. Com letra inspirada em famosos discursos antirracistas, a canção foi disponibilizada pela operadora em formato de ringtone. A versão completa, com clipe, está publicada no canal da TIM no YouTube (assista abaixo).

“Hoje em dia, a maior parte dos brasileiros mantém seus celulares no ‘silencioso’. Usamos esse hábito da população como ponto de partida para chamar a atenção para a luta contra o racismo, lançando uma música com uma letra muito forte em formato de toque de celular. A ideia é que as pessoas entendam que precisamos amplificar as vozes contra o preconceito. Temos que sair do ‘modo silencioso’, porque a luta antirracista deve ser de todas as pessoas”, explica Ana Paula Castello Brancodiretora de Comunicação e Marca da TIM. A executiva comenta ainda a escolha de Negra Li como parceira dessa ação: “estamos muito felizes por tê-la conosco nessa campanha. A canção foi composta pela própria Negra Li, uma cantora incrível e que está há anos envolvida em projetos de apoio à negritude e outros temas sociais”.

Em seus perfis no Instagram, Facebook e Twitter, a TIM publicou um tutorial para que os clientes saibam colocar a faixa como toque de celular. A canção, composta por Negra Li e Vulto, foi inspirada em falas icônicas contra o racismo, incluindo desde o célebre discurso de Martin Luther King Jr. no Lincoln Memorial na década de 60 e reflexões de Nelson Mandela até trechos de livros e entrevistas de Marielle Franco, Lázaro Ramos, Djamila Ribeiro, Michelle Obama, Glória Maria e Tia Má, dentre outros. Músicas e poemas de Elza Soares, Gilberto Gil, Bia Ferreira, Conceição Evaristo, Emicida e Racionais MC também deram o tom da faixa.

Letra: “Saia do modo silencioso”
Negra Li

Atenção, isso não é uma chamada qualquer
É um chamado antirracista. Um chamado antirracista.
Saia do modo silencioso
O plano é audacioso
Te mostrar que meu povo é sagaz
Amplifiquem vozes antirracista
Lembrando todo dia
Que toda intolerância é contra a paz…
Contra o preconceito não faço silêncio esse é o modo barulho
Não abaixo a cabeça meu black é coroa e dela tenho orgulho
Somos resistência matriz africana, e se engana quem pensa que é blefe
Com ginga de Gana, até minha grana é black
Do berço do samba rainha do rap…
Pensam que me pararam
mas aqui racistas nunca passaram
Não somos banquetes desse tubarão
Com minha nota preta compro o casarão…
Somos a cor em ação
qual é a cor da alma e do seu coração
Em busca da mudança pra uma geração
exemplos de vitória e de superação…
Quando o assunto for a minha cor
Minha origem meu valor
Eu exijo mais amor
Mais respeito
E Canto por quem me representou
Se posso ser quem sou
Á quem por mim lutou
Agradeço
Amplifiquem vozes antirracista (vai, vai)
Amplifiquem vozes antirracista (vai, vai)
Amplifiquem vozes antirracista (vai, vai)
Amplifiquem vozes antirracista (vai, vai)
Consciência negra sim
Quem dera todo dia sempre fosse assim
Respeito sempre bom pra você pra mim
Contra o preconceito luto até o fim….
Quando o assunto for a minha cor
Minha origem meu valor
Eu exijo mais amor
Mais respeito
E Canto por quem me representou
Se posso ser quem sou
Á quem por mim lutou
Agradeço
Saia do modo silencioso
Somos iguais todos os dias
Todos os dias somos iguais

 

 

Artigo anteriorEducação de Cotia vence em três categorias do ‘12º Prêmio Ação Destaque’
Próximo artigoNatal com neve está de volta ao Raposo Shopping