Pesquisa revela que 78% dos influenciadores se sentem ansiosos com o uso do Instagram

Levantamento realizado pela Squid revelou parte do comportamento e saúde mental dos influenciadores brasileiros

As redes sociais viraram um livro aberto, pelo qual é possível acompanhar a vida de muitas pessoas. Porém, ao mesmo tempo em que é um meio de entretenimento, cada vez mais se fala sobre o impacto do ambiente digital na saúde mental e outras questões emocionais dos usuários.

A Squid, empresa especializada em marketing de influência, realizou uma pesquisa com mais de 2400 influenciadores e constatou que para 78% dos entrevistados o Instagram causa ansiedade. Esse número aumenta para 84% se considerarmos jovens entre 18 a 25 anos.

“A pesquisa apontou que 80% dos influencers já deixaram de seguir um perfil por não se sentirem bem quanto ao seu conteúdo. Isso reflete o quanto todos nós devemos nos preocupar quanto à qualidade e impacto do que postamos e consumimos nas redes sociais, e também, devemos entender como isso pode afetar outras pessoas”, reforça Isabela Ventura, CEO da Squid.

Além disso, o levantamento apontou que um quarto dos produtores de conteúdo já sofreram discriminação na rede social. Mas na lista constam os preconceitos sociais, body-shaming e também de orientação sexual. Confira o infográfico abaixo para ver todos os dados.