Sabesp inaugura nova adutora e amplia abastecimento em Cotia

Obra faz parte de conjunto de trabalhos para assegurar fornecimento de água na região de Caucaia do Alto

A Sabesp e a Prefeitura de Cotia inauguraram nesta segunda-feira, 01/03, uma adutora (tubulação para fornecimento de água) no bairro Jardim Japão, no município de Cotia, última etapa das obras de reforço e melhoria do sistema de abastecimento da região de Caucaia do Alto.

“Queremos agradecer a Sabesp e também o governo do Estado de São Paulo pelos investimentos para a melhoria do sistema de abastecimento do Distrito de Caucaia do Alto e região. Para nós, é uma honra ter os serviços e os investimentos da Sabesp no município, pois temos certeza de que prestarão um serviço de qualidade, oferecendo dignidade para a população”, disse o prefeito de Cotia, Rogério Cardoso Franco, durante cerimônia online para inauguração da obra.

O empreendimento permitirá distribuir água diretamente do Sistema São Lourenço e ampliar o abastecimento da região por meio da integração do bairro Jardim Japão ao Sistema Integrado Metropolitano. Serão beneficiados os bairros Jardim Japão, Caucaia do Alto, Aguassaí, Água Espraiada, Monte Verde, Chácara Tropical, Jardim das Oliveiras, Vila São Roque, Santana e Bosque dos Pereiras.

“É uma grande conquista ver a inauguração da adutora no bairro Jardim Japão, em Cotia. São investimentos importantes para o abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo, onde vivem mais de 23 milhões de pessoas. Garantir o saneamento básico é uma missão que a Sabesp e o governo do Estado de São Paulo realizam com muito orgulho, buscando a universalização dos serviços, para que toda a população paulista conte com abastecimento de água e afastamento e tratamento de esgoto, contribuindo para o bem estar das pessoas”, afirmou o secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

Imagem da coletiva de imprensa realizada no dia 1º de março

A obra recém-inaugurada teve duração de oito meses e os investimentos foram de R$ 4,03 milhões, sendo R$ 2,92 milhões por parte da Sabesp, e R$ 1,11 milhão por parte da empresa GP Desenvolvimento Urbano.

“Acredito na otimização dos recursos que são finitos para beneficiar de forma sustentável as soluções de saneamento (abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto) observadas de forma mais ampla, regional e não só local. Parcerias do setores público e privado, como essa, contemplam maior número da população carente, dando dignidade de ter na sua porta água com qualidade, esgoto tratado e com inteligência técnica, não carreando o sistema viário e com respeito ambiental. Isso é fazer um desenvolvimento urbano com planejamento e infraestrutura sustentável. Este é o futuro e a forma como a GP acredita em empreender”, afirmou Ruth Portugal, COO da empresa GP Desenvolvimento Urbano.

“Estamos inaugurando esta importante adutora, que passa a beneficiar uma população de 30 mil pessoas em Cotia, a partir do Sistema São Lourenço. Em meio a um momento difícil de combate à pandemia do coronavírus, a Sabesp está pronta para atender a população do município, para que possa receber água de qualidade, além de fazer a coleta e tratamento os esgotos, contribuindo para um meio ambiente cada vez melhor”, destacou o diretor-presidente da Sabesp, Benedito Braga.

Conjunto de obras na região

Na região de Caucaia do Alto, a Sabesp também implantou um novo centro de reservação, chamado Reservatório Caucaia do Alto, do Sistema São Lourenço, que entrou em operação em meados de 2020, garantindo maior segurança hídrica para a região. Ele é composto por dois reservatórios, cada um com capacidade de 6 milhões de litros de água, suficiente para atender 180 mil pessoas.

“A parceria do poder municipal, da Sabesp e da iniciativa privada, nesse caso, a empresa GP Desenvolvimento Urbano, é vencedora. Fizemos um grande esforço para atender essa região com qualidade. Foram investidos R$ 19,7 bilhões para atingir a meta de 12 mil metros cúbicos de reservação, além da construção da rede primária e da adutora. Inserimos a região no sistema integrado de abastecimento da Região Metropolitana de São Paulo, com ganhos para o desenvolvimento da cidade e da população”, disse o diretor Metropolitano da Sabesp, Ricardo Borsari.

Os investimentos no Reservatório de Caucaia do Alto foram de R$ 10,38 milhões. Já o Anel Primário de Caucaia do Alto, que distribui água desse reservatório, recebeu investimentos de R$ 5,25 milhões. A adutora inaugurada hoje (01/03) amplia essa distribuição de água. Em conjunto, as três obras irão beneficiar 30 mil pessoas.

“O que estamos oferecendo hoje é mais saúde a todos os munícipes de Cotia. Temos perseguido metas para atender os municípios dessa região para que cresçam de forma sustentável, antecipando as demandas para o abastecimento. Hoje, conseguimos obter a redundância no sistema, de forma a abastecer a região com dois sistemas produtores, o São Lourenço e o Cotia, melhorando as condições do saneamento da cidade”, frisou o superintendente da Unidade de Negócio Oeste da Sabesp, Aurélio Fiorindo Filho.

Novo Sistema São Lourenço

O São Lourenço foi inaugurado em 2018, fruto de uma Parceria Público-Privada (PPP) entre Sabesp e consórcio privado para instalar um novo sistema produtor de água para a Região Metropolitana de São Paulo. Ele tem capacidade para bombear até 6,4 mil litros de água por segundo da represa Cachoeira do França, em Ibiúna, até a Estação de Tratamento de Água (ETA) em Vargem Grande Paulista. Essa água abastecerá ao todo cerca de 2 milhões de pessoas em Barueri, Carapicuíba, Cotia, Itapevi, Jandira, Santana de Parnaíba e Vargem Grande Paulista. O novo sistema não só atende futuras demandas da Região Oeste como também contribui para o abastecimento da Região Metropolitana como um todo, uma vez que a integração do abastecimento permite transferência de água entre os vários sistemas.

Artigo anteriorCotia faz parceria e traz palestra “Empoderamento Feminino” do Sebrae Delas
Próximo artigoSaúde aplica 2ª dose da vacina contra Covid-19 em ação exclusiva para trabalhadores de saúde e idosos acima de 90 anos