Santana de Parnaíba recebe Prêmio Inovacidade por case de combate à mortalidade infantil

Na noite da última terça-feira (23/05), a prefeitura de Santana de Parnaíba recebeu um dos maiores prêmios de cidades inteligentes da América Latina, o Prêmio Inovacidade 2023, em reconhecimento ao case de trabalho e aos números alcançados no combate à mortalidade infantil.

Na cerimônia realizada no Centro Cultural São Paulo, participaram membros do setor público e privado de mais de 50 instituições e administrações municipais de todo o Brasil, dos quais 32 entidades receberam prêmios pelos cases de sucesso.

Na análise, que levou em conta quatro indicadores: “mérito”, “relevância”, “Impacto” e “eficiência”, Santana de Parnaíba obteve destaque por conta do trabalho realizado de 2006 a 2021 no combate à mortalidade infantil no município, trabalho intensificado nos últimos 10 anos com programas como o Mãe Parnaibana e bebê passo a passo.

“É uma alegria muito grande receber esse reconhecimento pelo trabalho no combate à mortalidade infantil, que foi iniciado na gestão do meu amigo e sempre prefeito, Elvis e que nós temos a satisfação de dar continuidade”, comentou o prefeito Marcos Tonho.

O apresentador do Programa Brasil Que Faz, na Band, Elvis Cezar, parabenizou a administração da cidade pela conquista de mais um prêmio. “Quero aqui parabenizar o nosso prefeito Marcos Tonho e toda equipe por dar continuidade a esse trabalho que é referência para o estado e para o Brasil. Pegamos a cidade com uma taxa de mortalidade infantil altíssima e entregamos com uma taxa de pouco mais de 4, indicadores de países de primeiro mundo”, disse.

Quem também esteve no evento foram alguns dos membros das equipes gestoras dos projetos de combate à mortalidade infantil. A secretária da mulher e da família, Selma Cezar, falou do papel fundamental que o Mãe Parnaibana exerceu nesse contexto. “Antes não tínhamos o kit, então não havia um estímulo tão grande para que as mulheres da cidade fizessem o acompanhamento pré-natal. Hoje, as mulheres têm um kit completo se seguirem tudo que é proposto e uma equipe de várias áreas que acompanham todas as etapas da gestação”, falou.

“A gente fica muito feliz quando vê a efetividade e o resultado do nosso trabalho e mais do que isso, quando é algo assim que busca cuidar da vida das pessoas desde os primeiros anos de vida”, falou a Dra. Kazuyo Uenaka, ginecologista e pres. do Comitê de Prevenção à Mortalidade Materna, Infantil e Fetal.

Ao todo, foram inscritos 135 projetos de todo o Brasil de instituições públicas e privadas que contribuíram para a melhoria das cidades e da vida dos seus cidadãos.

Artigo anteriorAssociação São Joaquim promove almoço beneficente com ‘chefs’ renomados e mágico consagrado
Próximo artigoGarantias de direitos e gestão de qualidade foram temas do simpósio para profissionais de ILPIs