Em meio à baixa disponibilidade de oxigênio para tratamento da Covid-19, Fiesp e Senai-SP realizam campanha Oxigênio da Indústria Salva Vidas. De acordo com Paulo Skaf, presidente das instituições, “a limitação não se encontra na produção do gás, e sim na logística e escassez de cilindros para armazená-lo”.

Dessa forma, a iniciativa consiste em mobilizar o Estado para que indústrias cedam seus tanques ao setor da saúde. Até agora, foram realizadas ações nos dias 30 e 31 de março. Os 3.153 cilindros arrecadados – 1.575 pelo Senai-SP e 1.578 por empresas – foram recolhidos em 78 escolas da organização, ao redor de 64 cidades em todo o Estado de São Paulo.

A unidade de Cotia arrecadou 12 cilindros e o Senai-SP continua atuando como facilitador para que as indústrias colaborem. A doação é de extrema importância, visto que cada paciente entubado consome de 2 a 3 cilindros por dia e uma pessoa não sobrevive mais de 4 minutos sem oxigênio.

Empresas dos setores sucroalcooleiro, metalúrgico, químico, alimentício, têxtil, automotivo e de construção civil estão cedendo seus insumos, que são enviados a fornecedores do gás, como a sede da White Martins, em Vinhedo (SP). Após passarem por higienização, os cilindros são abastecidos e doados ao sistema de saúde.

Fotos: Everton Amaro / Fiesp

“Essa forte mobilização tem como objetivo salvar vidas e suprir toda a demanda existente no estado. Não podemos perder uma vida sequer por falta de oxigênio”, afirma Skaf. Para contribuir, basta enviar um e-mail para [email protected], informando a quantidade e volume dos cilindros disponíveis, onde se encontram, tempo de cessão e nome da empresa fornecedora do gás.

Sobre o Senai-SP Cotia
A unidade – localizada na R. Direita, 955, Vila Santo Antônio – suspendeu as aulas de curta duração. Os cursos técnicos e de aprendizagem industrial estão sendo ministrados ao vivo, porém de forma remota, e serão retomados dia 12 de abril. As matrículas estão abertas e a unidade atende por agendamento, acompanhando as recomendações de segurança do governo estadual.

Por Giovana Lins Barbosa

Artigo anteriorGoverno de SP faz parceria com WhatsApp para pré-cadastro de vacinação
Próximo artigoCarapicuíba adere à campanha “Vacina Contra a Fome”