Existe uma grande procura por destinos e passeios próximos à capital de São Paulo e que, preferencialmente, não tenham aglomerações, sejam próximos à natureza e que sejam lugares onde possamos descansar e nos equilibrar novamente.

Poucos sabem que a maior mancha contínua de Mata Atlântica do Brasil se encontra entre o Sul do Estado de São Paulo e o Norte do Paraná. Este espaço especial é chamado de “Continuum de Paranapiacaba “ (do tupi “de onde se avista o mar”).

Esta enorme área, composta por um grande mosaico de Unidades de Conservação Estaduais (Intervales, Petar, Caverna do Diabo, Penape, Carlos Botelho e Xituê) e mais uma dezena de reservas particulares, constituem um enorme maciço florestal, que tem só no lado paulista mais de 2,5 bilhões de metros quadrados de área ricamente preservada.

Em um passado recente (1999), este espaço – reconhecido como único e por abrigar uma das maiores biodiversidades do mundo por m² – passou a ser considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela UNESCO.

Para ter uma pequena ideia, só o Brasil detém cerca de 1919 espécies de aves, de uma população mundial de 10.400 espécies. Apenas na região mencionada são quase 480 espécies, ou seja, 25% da população brasileira ou quase 5% da população mundial de nossos coloridos amigos empenados. Em apenas um dia, aconteceu em 2018 no Global Big Day e apenas no Parque Estadual Intervales, observadores e guias de passeio relacionaram 200 espécies, número próximo a todo o conjunto de aves que podem ser vistas em toda a Alemanha.

Por estas e outras razões o Banco Inter Americano de Desenvolvimento, em uma parceria com o Governo do Estado de São Paulo, investiram milhões de dólares no melhor aparelhamento nestas Unidades dentro do Projeto de Desenvolvimento do Turismo na Mata Atlântica, concluído há uns cinco anos e visando que a população possa se apropriar e aproveitar desta enorme riqueza natural.

Destaque, neste sentido, para o Parque Estadual Intervales, com estrutura de hospedagem dentro do próprio parque que pode ser reservado através do e-mail [email protected]. São vários núcleos de hospedagem e instalações que podem ser acessados, além de simpático restaurante que oferece comida com gostinho caseiro. Não deixe de comprar o seu ingresso para visitar, existem mais de 20 km de trilhas autoguiadas.  Guias para apoio aos passeios são contratados de forma independentes e podem ser acessados, também pelo endereço eletrônico já informado, existem restrições de carga para visitar seus atrativos, se informe muito bem antes de reservar, deixando tudo já acordado, evitando algumas possíveis dores de cabeça ou mal entendidos. Faça tudo isto bem antes de se deslocar para a Unidade, e aí sim, aproveite muito bem o lindo espaço e passeio. Para mais informações, é só acessar o site da Fundação Florestal.

Vizinho a este parque e em uma área privada, mas contida neste grande contínuo de floresta bem preservada, encontramos o Empreendimento Paraíso, com 13 milhões de m² e, dentro dele, um Parque de Aventuras (Paraíso Eco Parque) composto por  tirolesa, caiaque, pesca, trilhas por picos, cachoeiras e cavernas internas, além de contar com um Museu de Arte Primitiva extremamente interessante e aberto para visitação por seus hóspedes.

É composto ainda por  mais dois núcleos hoteleiros. Um hotel voltado para Educação Ambiental e Estudo do Meio (Paraíso Arte Hotel), uma estrutura profissional com mais de 3.500 m², 23 apartamentos, para atendimento de grandes grupos e escolas. E outro núcleo, distante 1,5 km do primeiro, ainda dentro da propriedade (Paraíso Eco Lodge) e que faz parte da exclusiva Associação Roteiros de Charme.

O Paraíso Eco Lodge tem três módulos temáticos e segmentados por tamanho ou grupo familiar.  Módulo Ásia conta com bangalôs românticos, sendo exclusivo para casais e incrustado na floresta, é acessado por um deck suspenso sobre um lindo lago. Módulo África é composto por exóticas cabanas temáticas, suspensas palafitas, dentro da floresta e adequado para casais ou pequenas famílias. Por último, o Módulo América, também temático, estilo log homes (cabanas feitas de toras de madeira), composto com chalés aconchegantes de 80 a 150 m², com dois ou três suítes, ideal para famílias e ou grupos de amigos.

Lugares lindos, naturais, silenciosos, especiais e próximos e, por algum tempo, ainda desconhecidos e absolutamente ideais para se visitar.

Serviço
Paraiso Eco Lodge
Estrada Intervales, km 18,5 – Bairro Boa Vista – Ribeirão Grande/SP
www.paraisoecolodge.com
Contato: (11) 9 8613-1313
Instagram: @paraisoecolodge_
Facebook: ParaisoEcoLodge

Artigo anteriorMilenna Saraiva escreve sobre a arte de Henri Matisse
Próximo artigoCovid-19: Cotia começa a vacinar a faixa etária 35 anos acima