Walcyr Carrasco revela que começou a criar galinhas na quarentena

Autor comenta como começou o hábito e diz que os bichos se tornaram animais de estimação

Criar galinhas se tornou um hábito de Walcyr Carrasco. Ele contou a novidade para Ana Maria Braga durante o Encontro, no quadro Confessionário da Quarentena.

O autor está isolado na Granja Viana e já tem um galinheiro imenso. “Logo que começou essa história de ficar em casa, eu resolvi criar galinha. E aí vieram as galinhas, sete ainda pequenas. Eu senti um nervosismo naquele cacarejar das galinhas e levei no veterinário. Ele falou: ‘elas cresceram, você está com quatro galos para três galinhas. As galinhas estão com estresse sexual’. Tive que sair correndo para comprar mais galinhas, para fazer o número certo. Agora tenho um galinheiro imenso”, entregou. Walcyr Carrasco também revelou que os bichos viraram animais de estimação e têm até nome. “Ter essa experiência é incrível. É uma quarentena criativa, construtiva.”

Relembrando
Quando descobrimos que Walcyr Carrasco havia adquirido uma casa na Granja Viana e começara um projeto de reforma do imóvel, mantivemos contato com seus assessores aguardando o momento em que o autor nos receberia em seu novo lar, para uma entrevista exclusiva. Valeu a pena esperar por tão longos 24 meses. Em maio de 2019, em uma entrevista exclusiva de capa, mostrou que não há contradição em se ocupar de temas tão antagônicos, que incluem o imenso sucesso de público e crítica Verdades Secretas, sobre os bastidores no mundo da moda; livros infanto-juvenis que estão entre os mais adotados nas escolas; e adaptações de clássicos como Romeu e Julieta (vencedora do Prêmio Jabuti em 2017), além de formatos diferentes como crônicas, romances, roteiros e peças. Revelou também como é o seu processo criativo para dar conta de tanta diversidade, algumas regras que os criadores de novelas da Globo seguem, e disparou contra o lugar-comum da ficção: “Cinderela não é a melhor história para a formação de uma mulher”. Também apontou o caminho para quem quer escrever um texto de sucesso, lamentou o jornalismo atual e as fake news, falou do mercado de telenovelas e explicou o sucesso de algumas das suas. Granjeiro antigo, relembrou algumas das aventuras com animais silvestres no quintal, boa parte delas provocadas por Luna, sua cachorra husky siberiano, de quem precisou correr para salvar um ninho com dois ovos de passarinho. Quando questionado sobre o que mais curte na Granja Viana, Walcyr respondeu: “é o estilo de vida. Primeiro, a natureza. Aqui não tenho vontade de sair de casa. Tenho apartamento no Rio, mas eu preciso daqui, gosto de ficar para ler, trabalhar, receber amigos. É muito gostoso, tem espaço e, no condomínio, tem lago, bosque”.