Benefícios da musculação para além da estética

Especialistas explicam que a atividade ajuda no funcionamento do organismo e pode até prevenir doenças

Você sabia que, assim como os exercícios aeróbicos, a musculação traz inúmeros benefícios para a saúde? Muitas pessoas acreditam que essa prática está ligada somente à estética, mas isso não é verdade. “Estudos científicos vieram para consolidar o que já era observado por profissionais da área: essa atividade salva vidas, sendo um importante agente protetor e promotor de saúde”, explica Naim Carlos, personal trainer especialista em emagrecimento e qualidade de vida da Evolve Gymbox.

A exemplo disso, uma pesquisa feita pela Universidade St George, em Granada e divulgada em 2018, mostrou que exercícios que demandam mais força são melhores para a saúde cardíaca do que atividades como correr, nadar ou andar de bicicleta. Segundo o levantamento, que analisou dados de 4.086 pessoas coletados por meio do Inquérito Nacional de Saúde e Nutrição, praticar qualquer tipo de atividade física reduz de 30% a 70% as chances de doenças cardiovasculares, mas os melhores resultados aparecem entre as pessoas que preferem exercícios de força e resistência.

O especialista Naim Carlos complementa que a contração muscular do treino gera mudanças estruturais, como fortalecimento de músculos e ossos, cooperando para a prevenção da perda desses tecidos. Segundo o especialista, pesquisas demonstram que indivíduos com menos músculos estão sujeitos a um maior índice de mortalidade por doenças crônico-degenerativas e metabólicas. “Outro benefício dessa prática é a liberação de enzimas que ajudam no funcionamento do organismo, como as miocinas IL-6 e irisina”, pontua Carlos.

Allan Ferreira, nutrólogo e especialista em terapia nutricional do Hospital Anchieta de Brasília, destaca que associar atividades aeróbicas com musculação é fundamental, especialmente quando envelhecemos. “Exercícios como corrida e caminhada são essenciais para o condicionamento físico, mas insuficientes para o sistema ósseo e muscular”, argumenta. “Na verdade, uma estrutura muscular fraca pode resultar em lesões durante a corrida, em especial nas articulações. Se nossos músculos não são fortes o suficiente, descarregamos a sobrecarga em ossos e articulações, provocando lesões e dores”, acrescenta.

Para potencializar os efeitos do treino muscular, além de combinar esse exercício com atividades aeróbicas, é importante cuidar da alimentação, como aponta o personal trainer Naim Carlos. “Quem pratica musculação só tem a ganhar, principalmente quando ela é associada a um bom treino aeróbico (importante marcador de saúde e prevenção de doenças cardiovasculares) e uma alimentação saudável, podendo comer de tudo, mas sem exageros”, conclui.