Levantamento realizado pela MapBiomas, SOS Mata Atlântica e Arcplan aponta que Embu das Artes é cidade da Grande São Paulo que mais desmatou Mata Atlântica em 2022, ficando em terceiro lugar se consideradas todas as cidades do estado. Foram perdidos 14,29 hectares entre janeiro e outubro, o equivalente a mais de 17 campos de futebol.

Na região metropolitana, Cotia e a capital também estão na lista de municípios que mais desmataram a vegetação. Cotia perdeu 10,76 hectares de Mata Atlântica, ficando em 7ª posição em todo o Estado. Já São Paulo desmatou 9,91 hectares e ocupa a 9ª posição.

De acordo com o MapBiomas, o Sistema de Alertas de Desmatamento (SAD) utiliza uma classificação automática de indícios de desmatamento baseado na comparação entre imagens de satélite Sentinel 2 (dez metros de resolução) e é capaz de identificar indícios de desmatamento a partir de 0,3 hectare, tornando visíveis focos não detectáveis em outros sistemas. “Como estamos pela primeira vez vendo o desmatamento nesse nível de detalhe, não é possível comparar esses resultados a valores anteriores. Estamos criando uma nova linha de base, que será uma referência para um novo padrão de monitoramento com informações essenciais para entender e planejar a conservação e restauração da Mata Atlântica”, explicou Luís Fernando Guedes Pinto, diretor-executivo da SOS Mata Atlântica.

Por Juliana Martins Machado, com informações do G1

Artigo anteriorDeixou saudades: Ex-prefeito de Carapicuíba, Fuad Chucre morre aos 83 anos
Próximo artigoCotolengo vai realizar Costela e Leitão do Fogo de Chão