Exposição “Concretismo e Percepção Visível”, de Paulo Dud, chega ao Embu das Artes

O artista plástico Paulo Dud, fará uma exposição da sua arte geométrica no Centro Cultural Mestre Assis do Embu , entre os dias 8 de Fevereiro e 1 de março de 2020. Serão expostas 18 obras em acrílico sobre tela. A vernissage ocorrerá em 8/10, às 16hs, com performance do guitarrista Nivaldo Campopiano, da banda Musak.

Com 40 anos de carreira, Paulo Dud é um dos poucos representantes, no Brasil, da chamada Optical art. A OP-Art, como é mais conhecida, explora as ilusões ópticas por meio das formas geométricas, ritmos e cores.  O artista já participou de inúmeras exposições individuais e coletivas no Brasil, nas quais foi premiado em salões de arte e tem quadros em coleções no exterior.

O trabalho de Dud é classificado como abstrato-geométrico e tem raízes no construtivismo alemão da escola Bauhaus, que modificou os conceitos da arte moderna e da arquitetura, produzindo obras que tinham como fundamento a geometria e a matemática.

“Como Autodidata, comecei a pintar na adolescência. Era uma pintura meio psicodélica, mas ao mesmo tempo primitiva, mas depois por influência de um amigo, o artista plástico Luís Sacilotto (1924 – 2003) me entusiasmei e comecei a estudar ”, revela Paulo Dud.

O artista vive há 30 anos na cidade Embu das Artes onde instalou seu atelier e participa intensamente das atividades culturais locais e dos movimentos artísticos da cidade nas últimas décadas. Tem feito também curadoria de exposições realizadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura.

Exposição Concretismo e Percepção visível de Paulo Dud

Datas: de 8 de Fevereiro a 1 de março de 2017
Vernissage: 8/2, às 16h
Local: Centro Cultural Mestre Assis de Embu
Endereço: Largo 21 de Abril, 29 – Centro Embu das Artes . SP
Tel: (011) 973403494/ 47854462