Granjeira Milenna Saraiva é curadora da exposição ParalELAS

A mostra reúne obras de seis artistas emergentes de São Paulo e acontece de 15 a 31 de agosto, na Galeria Detalhe, localizada no bairro Jardins.

A Galeria Detalhe, localizada no bairro Jardins, em São Paulo, apresenta a exposição de arte coletiva intitulada ParalELAS, de 15 a 31 de agosto de 2022. O vernissage será realizado no sábado, dia 20 de agosto, das 17h às 21h, aberto ao público.

A mostra, que têm curadoria de Milenna Saraiva, reúne obras de seis artistas emergentes da cidade de São Paulo, cujas narrativas únicas trazem suas perspectivas e expressões diversas, geradas pela potência do cerne feminino, em variados suportes como pinturas, desenhos, esculturas, fotografias, vídeo e objetos.

Através de suas obras, as artistas Catharina Suleiman, Juliana Akina, Katia Lombardo, Katryn Beaty, Milenna Saraiva e Simone Siss discutem os desafios e sensações do que é ser mulher em sociedade hoje. Distribuídas por toda a extensão da galeria, as obras contemporâneas em multilinguagens abordam manifestos particulares muito distintos, mas que se conectam e coexistem em narrativas paralelas.

 

CATHARINA SULEIMAN se descreve como uma eterna pesquisadora. Cada obra é criada camada por camada e contam historias sobre memórias, lutas e arquétipos do feminino e do contemporâneo. Uma narrativa poética, muitas vezes política, que explora fotografia, vídeo, stencil, pintura, bordado, gravura, escrita, escultura, materiais e tintas naturais. Desde 2013, a artista desenvolve instalações e artes urbanas, indoor e outdoor, trabalho
que já foi mostrado no Memorial da América Latina, Instituto Tomie Otahke, MIS, CCSP, EPA, entre outros. A artista faz parte de coleções importantes, entre elas a de arte Latino Americana da UNESCO com a obra Breathless Silence. Seu trabalho já foi exposto individual e coletivamente em países na Europa, América do Sul, América do Norte e America Central.
Website: catharinasuleiman.com | Instagram: @catharinasuleiman6

 

JULIANA AKINA é artista plástica e visual, nascida em São Paulo, de descendência japonesa. Sempre buscou em suas artes manifestar suas origens, a feminilidade, símbolos e mitologias. Trabalhou como curadora na galeria Matilha cultural e realizou inúmeras exposições. Desde 2020, está como artista independente, vendendo suas obras no beco do batman.
Instagram: @julianaakina

 

KATIA LOMBARDO é fotógrafa e artista paulistana. Formada em 2000 pelo IED (Instituto Europeo di Design) de Milão na Itália. Já expôs na Itália, Espanha e Brasil. Seu trabalho transita entre arte de rua e fotografia. Passou a transformar suas imagens em stencil, construindo uma linguagem artística, utilizando suas experiências registrando a sociedade em fotografias que discutem ícones atuais, a cidade, e a integração das pessoas às cidades. Seu trabalho se adaptou bem a arte de rua, sua técnica é “lambe-lambe fotográfico” e Stencil, que podem ser encontrados nas ruas de varias cidades de São Paulo e Rio de Janeiro. Em 2020, teve seu trabalho aplicado em um prédio no centro histórico de SP, no projeto Tarsila Inspira.
Instagram: @katialombardo

 

KATRYN BEATY é uma artista brasileira que enxerga a arte como uma forma de expressão
coletiva. Seu trabalho reflete tal característica, com sua delicadeza de traços, cores alegres e o desejo de ganhar as ruas. A pintura é o seu maior foco, seja com grafite, tinta acrílica, carvão ou pastel – seus materiais favoritos – Katryn busca sempre expressar em sua telas aquilo que está mais latente em seu interior.
Instagram: @katrynbeatyart

 

MILENNA SARAIVA formou-se em Artes Plásticas pelo Santa Monica College, na California. Em 2012, ao retornar ao Brasil, fez um curso de pós graduação em Pintura Contemporânea na FAAP. Nos mais de 15 anos trabalhando como artista, tem exibido o seu trabalho em diversas mostras coletivas e individuais, em galerias e museus pelos Estados Unidos, Canadá, Inglaterra, Portugal, Itália, França e Brasil. Sua técnica evoluiu do tradicional para o seu estilo atual, com fortes influências Expressionistas e Fauvistas. Sua obra é rica em texturas, camadas e cores, demonstrando complexidade e emoção crua. Saraiva explora conceitos relacionados à construção e destruição da identidade, um processo que tenta reconsiderar as convenções da pintura figurativa através de uma contínua busca à abstração.
Website: www.milenna.com | Instagram: @milennasart

 

SIMONE SISS, artista plástica desde 1995. Sua história na Street Art começou em 2010, quando conheceu o stencil. À partir desse encontro, Simone Sapienza virou Siss, a artista urbana, rapidamente reconhecida pelo seu trabalho recheado de toques ácidos e de humor. Suas criações são cheias de ícones e super heróis, em situações muito humanas que questionam o observador e seus dogmas, tirando-o de sua zona de conforto, fazendo com que se reconheça na obra. Utiliza o estêncil e a serigrafia (lambe-lambes) em quase todas as suas obras, sobre diversos tipos de suporte. Utiliza muitos textos, de autoria própria, combinando-os com as imagens. Teve seus trabalhos expostos no Brasil, Hungria, Paris e Alemanha. Foi a artista escolhida pela Cantora Madonna para fazer a capa do single Superstar. Participou de várias exposições individuais e coletivas, como, “Joanas Too Dark”, 3. Bienal Internacional de Graffiti Fine Art”, “Exposição Sisstema”, entre outras.
Website: www.siss1.com.br | Instagram: @simonesiss

Artigo anteriorAlexandre Frota, um deputado de 100 milhões de reais e muitas ações pela região
Próximo artigoCotia que Cuida abre inscrições para o ‘Mãe Cotiana’