Cinco dicas para prevenir a dilatação de vasos sanguíneos e a formação de edemas e coágulos

Especialista fala ainda sobre sintomas e tratamentos e ressalta que acessórios de compressão graduada podem atuar de maneira preventiva e promover o fluxo sanguíneo adequado nas pernas e pés, evitando a formação de varizes e coágulos

Estudo divulgado pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV) mostra que as varizes atingem cerca de 38% das pessoas na fase adulta, sendo que entre as mulheres esse número chega a 45%. Para as pessoas acima de 70 anos, os dados revelam que 70% apresentam sintomas dessa condição, que é caracterizada pela dilatação de vasos sanguíneos, decorrente de uma insuficiência venosa crônica.

De acordo com o médico cirurgião vascular, Dr. Gustavo Solano, parceiro da SIGVARIS GROUP – empresa líder no mercado de acessórios de compressão graduada – as varizes fazem parte de um quadro de debilitação das veias dos membros inferiores. “Com o passar da idade, muitas vezes, as veias das pernas deixam de cumprir seu papel de retornar o sangue para o coração. Com isso, há uma dilatação dos vasos sanguíneos na região e isso é preocupante, pois aumenta as chances de se formarem coágulos sanguíneos nas pernas, o que conhecemos como trombose venosa profunda, um risco à saúde”, explica.

As pessoas com varizes podem apresentar sintomas como inchaços, edemas (manchas esverdeadas ou roxas), cansaço e sensação de peso nas pernas. “Há ainda, em alguns casos, o surgimento de úlceras de difícil cicatrização na pele, provocadas pela inflamação das veias afetadas.”, comenta Dr. Solano.

Entre os motivos para o surgimento das varizes, o médico destaca o fator genético, o sedentarismo, a obesidade e, para as mulheres em especial, os cuidados no período e gestação, além os hormônios, já que pessoas que fazem terapias de reposição hormonal ou ingerem algum medicamento que alteram o sistema hormonal podem ter a integridade dos vasos sanguíneos alterada.

Doutor Solano explica que apesar de existirem diferentes técnicas para tratar as varizes, “é importante atuarmos na prevenção”. O especialista elenca algumas dicas e orienta as pessoas a sempre procurarem um profissional para avaliar a saúde das pernas:

Mantenha uma dieta saudável: é sempre bom evitar a ingestão frequente de alimentos gordurosos. Deve-se aumentar o consumo de alimentos com fibras, que auxiliam na digestão e eliminação de toxinas do organismo.

Mantenha-se sempre hidratado: beber água e outros líquidos, muitas vezes presentes em alimentos como frutas e legumes ajuda, também a desintoxicar o organismo e manter o bom funcionamento dos órgãos.

Evite bebidas alcoólicas e o fumo: a ingestão de álcool e tabaco prejudicam o bom funcionamento do organismo. No caso do fumo, o risco de se desenvolver uma doença cardiovascular é muito maior, pois há o entupimento das veias.

“Use meias ou canelitos de compressão graduada para prevenir e tratar as varizes ou outras doenças venosas: os acessórios de compressão graduada promovem o fluxo sanguíneo adequado nas pernas e pés, evitando a formação de varizes e coágulos”, diz o médico. Há opções, como a Linha Sculptor, da SIGVARIS GROUP, que podem ser usadas no dia a dia e previvem doenças venosas.

Pratique exercícios: a prática de atividades físicas é essencial para manter a saúde do corpo, fortalecer os músculos e vasos sanguíneos. O exercício físico também ajuda a eliminar toxinas do organismo, evitando o entupimento de veias.