Dicas e receitas para preparar o autêntico Bacalhau da Noruega na Páscoa

Peixe mais consumido nessa época se mantém como ingrediente principal para o feriado em casa

A Páscoa deste ano será diferente, com cada um na sua casa e muitas famílias confraternizando pelos aplicativos de celular e computador. Porém, algumas tradições não mudam, como a preparação do bacalhau para o almoço. Enquanto muitas pessoas preferem fazer as receitas clássicas que passam de geração em geração, outros buscam novas alternativas.

Um ponto importante é a escolha do peixe. O autêntico Bacalhau da Noruega é o Gadus morhua (da família Gadidae), que vem das águas frias e cristalinas dos mares que circulam o Polo Norte, na Noruega, garantindo a melhor qualidade e o sabor único. Muito mais do que um alimento, o bacalhau faz parte da cultura desse país, desde a pesca, seguindo conceitos totalmente sustentáveis, até a salga, 100% natural.

Na hora de comprar o bacalhau, é importante checar a origem do produto para ter a certeza de que está levando para casa o autêntico Bacalhau da Noruega. Essas informações estão disponíveis na etiqueta e também na logomarca da Seafood from Norway, representada pelo Conselho Norueguês da Pesca, que, além de ser usada globalmente, é símbolo de origem e da qualidade dos produtos exportados pela Noruega para o mundo todo.

É muito importante analisar a cor do peixe, porque isso mostra a qualidade do produto. A coloração varia de acordo com o tipo de bacalhau e a cor branca não significa um produto melhor. Se certificar de que o bacalhau está seco, sem nenhuma parte visivelmente úmida e descolorida, é outro passo importante. Para obter o sabor clássico do bacalhau é importante que ele seja seco e salgado, pois isso garante a qualidade premium do autêntico Bacalhau da Noruega.

Primeira etapa – Como dessalgar:

O tempo de dessalgue do bacalhau depende da altura das postas e a peça escolhida. O indicado é a colocação do bacalhau em recipiente de água fria, com pedras de gelo, dentro da geladeira e usar duas partes de água para cada parte de bacalhau.

Indicação de tempo de dessalgue e troca de água:

· Bacalhau Desfiado: 6 horas (trocar a água de 3 em 3 horas)
· Postas normais: 24 horas (trocar a água de 6 em 6 horas)
· Postas grossas: 40 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
· Postas muito grossas: 48 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)
· Lombos muito grossos: 72 horas (trocar a água de 8 em 8 horas)

Escolhendo a receita para a Páscoa:

Bacalhau da Noruega de Páscoa

Tempo de preparo: 20-40min
Grau de dificuldade: Fácil / Rende 4 porções

Ingredientes:
· 500g de Bacalhau da Noruega
· 3 batatas
· 3 brócolis
· 3 dentes de alho
· 2 ovos
· 2 cenouras
· 3 couves-flores
· Azeite de oliva a gosto

Modo de fazer:
Cozinhe o bacalhau com as cebolas por cinco minutos. Em seguida, acrescente a cenoura, as batatas e os ovos, deixando tudo cozinhar por mais dez minutos. Em uma panela à parte cozinhe o brócolis, as couves-flores e os dentes de alho.

Na hora de servir, coloque a posta de bacalhau no centro do prato e vá acrescentando harmoniosamente as batatas, as cebolas, as cenouras, as couves-flores, os brócolis, os ovos cozidos, os dentes de alho e o azeite.

Bacalhau da Noruega grelhado com azeite de tomate seco e cravinho

Tempo de preparo: 20 min
Grau de dificuldade: Fácil / Rende 4 porções

Ingredientes:
· 800g de Bacalhau da Noruega
· 200ml de azeite extravirgem
· 1 colher de café de cravo-da-índia em pó
· 75g de tomates secos picados

Modo de fazer:
Bacalhau: Corte o bacalhau ao meio, pela espinha, enxugue bem o lado da pele e coloque para grelhar com a pele virada para a grelha. Quando virar o bacalhau, borrife com água para evitar que fique muito seco e, no momento de servir, pincele com o azeite extravirgem a gosto.

Azeite: Junte os ingredientes – azeite, tomate seco e cravo-da-índia – no liquidificador e bata até obter uma textura homogênea. Sirva como molho para o bacalhau grelhado.

Bacalhau da Noruega na Telha Crocante

Tempo de preparo: Mais de 60min
Grau de dificuldade: Difícil / Rende 4 porções

Ingredientes:
· 600g de Bacalhau da Noruega
· 4 batatas
· 4 colheres de sopa de óleo
· ½ xícara de azeite de oliva
· 4 dentes de alho
· 400g de cogumelo shiitake
· 2 colheres de sopa de manteiga
· ½ xícara de azeitona preta
· 1 xícara de tomate-cereja
· Salsinha a gosto
· Pimenta-do-reino a gosto
· Tomilho a gosto
· Sal a gosto

Modo de fazer:
Batatas: Descasque as batatas e rale no orifício mais grosso do ralador, polvilhar com sal, pimenta-do-reino e misture a manteiga derretida.
Com as mãos, pegue pequenas porções da mistura e esprema para descartar os líquidos. Molde as telhas finas com a palma da mão e frite em óleo vegetal quente. Seque em papel toalha e reserve.

Preparo: Em uma frigideira grande, aqueça a metade do azeite, doure as postas de bacalhau e reserve.
Na mesma frigideira, aqueça o restante do azeite, doure o alho e, a seguir, junte o shiitake. Assim que o shiitake estiver macio, acrescente os tomates (cortados ao meio), as azeitonas, a salsinha picada e o tomilho.
Acerte o sal e a pimenta, misture e retirar do fogo.

Montagem do prato: Coloque as postas de bacalhau no centro do prato. Sobre cada uma colocar uma telha, um ramo de tomilho e uma parte do molho de shiitake ao redor. Servir imediatamente.