Granjeiro Markus Nakagawa lança vídeos com dicas de como ser sustentável no dia-a-dia

Série tem 30 vídeos apresentados pelo professor Marcus Nakagawa, disponíveis gratuitamente no YouTube

Você sabia que é simples praticar ações sustentáveis? Basta mudar alguns hábitos, é o que defende o granjeiro Marcus Nakagawa. O professor de Desenvolvimento Socioambiental, em parceria com a Klabin, desenvolveu a série Dias Mais Sustentáveis, que dá “dicas acessíveis para colocar a sustentabilidade em prática”.

A ideia, segundo o idealizador, é mostrar que é possível ser mais sustentável no seu dia a dia. “As pessoas tendem a achar que pequenas ações podem não ser suficientes, porém, é o contrário, quanto mais pessoas modificarem a forma como vivem e consomem, mais empresas olharão para essa mudança e transformarão sua forma de produzir”, disse à nossa equipe. “Queremos que os vídeos circulem nos grupos de famílias e influenciem avós, mães, tios, crianças, amigos etc. e se forme uma corrente de pessoas para mudarem o seu jeito de viver”, completou.

Um dos vídeos da série fala sobre gentileza. “Ser gentil é de graça e traz benefícios tanto para quem recebe quanto para quem oferece. Gentileza é como uma corrente do bem, quanto mais se faz mais pessoas felizes e do bem teremos no mundo”, defende Markus. Outro vídeo fala em ajudar um amigo, “gesto de empatia e de cuidado” como descreve. Tem ainda sobre a importância de recolher o lixo, comprar produtos orgânicos ou andar de bicicleta. São 30 vídeos curtos, de até três minutos, disponíveis gratuitamente no YouTube e que apresentam atitudes assim, rotineiras e fáceis de se colocar em prática.



A série é baseada no livro 101 dias com ações mais sustentáveis para mudar o mundo, lançado em 2018 por Markus. “Listei várias atitudes que podem ser praticadas por todo cidadão e quando percebi já tinha 101 atividades. De ações simples como apagar a luz ao sair de um ambiente, passando por descarte correto, até energia solar e compostagem, por exemplo”, explicou o autor que, inclusive, venceu o prêmio Jabuti de literatura na categoria Economia Criativa, em 2019.

Ele defende que a mudança pode parece difícil e muito distante da nossa realidade, entretanto, várias pequenas atitudes somadas podem fazer uma grande diferença. “Não pense muito, apenas faça. A vida no nosso planeta é interdependente. Os outros precisam de você, assim como você também precisa dos outros”, finalizou.

Por Juliana Martins Machado

Artigo anteriorReceita de Arroz integral com Brócolis, maçã e castanha: Um aliado perfeito para o verão
Próximo artigoCotia aprova criação do Fundo de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência