Respire fundo e tente ficar calmo. Em meio a todas notícias ruins, uma coisa é certa: logo, tudo isso vai passar. Por isso, mantenha a calma. Embora a sensação de ansiedade seja uma reação humana normal a uma ameaça, níveis altos e constantes de ansiedade podem minar respostas construtivas a uma crise.

“Certamente estamos vivendo em um momento muito delicado. Quando estamos estressados, com medo e muitas vezes em pânico, nosso sistema imunológico piora muito e perdemos a capacidade de reagir a coisas simples.  Nosso corpo entra no “modo sobrevivência” e perde a capacidade de se recuperar, nos tornando mais vulneráveis. Meu convite é para buscarmos olhar para tudo isso com consciência, fazendo a nossa parte, tomando as medidas que entendermos necessárias para a nossa proteção e dos demais e principalmente procurar se manter calmo”, ensina Claudia Lopes.

E Andresa Forster completa: “Pandemia… do grego, Pan significado todo e demos, povo. Ou seja, o povo todo. É assim que estamos atualmente, percebendo que todos somos um. E como podemos passar por essa pandemia do coronavírus de forma mais leve? Fazendo o que deveríamos fazer todos os dias, vivendo além do medo, vibrando no amor”.

Para Maurício Bastos, esta é uma oportunidade única e rara de percebemos que vivemos em uma ‘aldeia global’ e que temos a chance de mudar a relação com a vida e com a possibilidade maior de Ser um Humano Consciente. “Cuidar realmente de si e do que realmente importa (uma vida em comum-idade) pode ser uma grande oportunidade ao Despertar para uma verdadeira ‘Nova Era’. Essa Nova Era, começa em nós, ao abrirmos os olhos todas as manhãs e respirarmos um novo ar e sentirmos um novo momento”, diz.

Uma atitude positiva pode ajudar a se destacar e ser um diferencial. Mas sobretudo, mantenha a calma.

 

Leia, na íntegra, as mensagens dos terapeutas:

 

Por Juliana Martins Machado