O Sr. Brasil, sob o comando do granjeiro Rolando Boldrin, tem representado de forma extraordinária os brasileiros. Nestes 15 anos, o programa foi palco de artistas geniais e herdeiros de uma sonoridade ímpar. Personalidades como Hermeto Paschoal, Toquinho, Yamandu Costa, Dona Ivone Lara, Luiz Melodia, Oswaldo Montenegro, Paulinho da Viola, Chitãozinho e Xororó, Saulo Laranjeira e tantas outras que expressam originalidade e tradição brasileira em suas músicas.

Neste domingo (12), a TV Cultura irá exibir um especial em homenagem aos 15 anos de histórias do Sr Brasil, que vai contar com a presença de artistas que passaram pelo programa e parceiros, que, de alguma forma, estão inseridos na estrutura dessa linda história nacional.

Alguns depoimentos de personalidades que marcaram a história do programa já podem ser vistos nos intervalos da programação na #TVCultura ou nas redes do Sr. Brasil.

Fãs do programa também poderão participar enviando seus depoimentos para serem exibidos nas redes sociais oficiais do Sr. Brasil. Basta gravar um vídeo de no máximo 30 segundos com a sua mensagem para o programa, marcando o perfil oficial no Instagram (@programasrbrasil) ou pelo e-mail: [email protected], com o vídeo, seu nome e de onde está falando.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Você também faz parte disto! 15 Anos de Sr Brasil 🇧🇷👏🎂🙏🏻🍾

Uma publicação compartilhada por Sr.Brasil (@programasrbrasil) em

O Sr. Brasil vai ao ar às 9h no domingo e 23h30 na segunda-feira. No canal oficial do programa no Youtube, ficam disponíveis as íntegras e as edições por músicas do programa exibido.

Relembrando
Em entrevista exclusiva para a Revista Circuito, em julho de 2017, o campeiro tão íntimo da terra (como descreveu o escritor Érico Veríssimo) lembrou momentos importantes da carreira, fala do seu papel no novo filme nacional e comenta sua relação com a Granja Viana. “Vou dizer uma coisa que vocês da revista devem ouvir todos os dias: vim para a Granja Viana por causa do sossego. Há 60 anos, morava no bairro de Pinheiros, em São Paulo, e tinha um sítio em Porto Feliz, a 100 quilômetros da capital, para descansar nos fins de semana. Como sou interiorano, a gente quer sossego e descanso, ainda mais quando se tem um trabalho estafante. Vendi o sítio, mas queria uma casa no campo. Na época, eu fazia o Programa Som Brasil, na Rede Globo, e como também fazia muitos shows, precisava de um refúgio para descansar. Conheci a Granja por intermédio do ator Otello Zeloni, que fazia o programa humorístico Família Trapo. Ele tinha uma casa aqui perto e cheguei a visitá-lo. Era um lugar gostoso e tranquilo. Então, comprei uma casinha aqui há 25 anos. A princípio, era um local para passar os fins de semana, mas passei a ficar mais tempo. A casa era pré-fabricada, de muito bom gosto, com 5 mil metros de terreno, piscina, sauna, parecia até mesmo um sítio. Comecei a gostar do silêncio do lugar e da facilidade de andar pelas ruas, que hoje não se encontra mais, e acabei ficando. Hoje, para mim, eu moro no interior”, contou.

Por Juliana Martins Machado, com informações do Uol