A piora nos índices de avanço do coronavírus na região fiz com que a região regredisse para a fase laranja. Aliás, mais de 70% da população do Estado está nesta fase.

Na etapa laranja, o funcionamento dos serviços não essenciais é limitado a até oito horas diárias, com atendimento presencial máximo de 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido. Todos os protocolos sanitários e de segurança para os setores econômicos devem ser cumpridos com rigor.

A nova reclassificação começa a valer a partir de segunda-feira (1º). Prefeituras que se recusam a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

De acordo com o Governador João Doria, a segunda onda está sendo potencialmente mais trágica que a primeira. “Por isso, peço que todos que estão nos acompanhando em São Paulo sigam o toque de restrição e as orientações do Plano São Paulo. Não é razoável, nem há compreensão para aqueles que negam a gravidade da atual situação”, disse em coletiva na última sexta (26/02).

Artigo anteriorPrimeira temporada da série adoções especiais, animais com deficiência, engajou o público e ajudou a diminuir o preconceito
Próximo artigoDia 2/03 tem vacinação contra Covid-19 para idosos com idade a partir de 80 anos completos