A Secretaria de Transportes e Mobilidade (Setram) de Cotia iniciou os testes no totem de autoatendimento que disponibiliza diversos serviços para condutores, como: consulta de multas, notificação de autuação, além de emissão de formulários de requerimentos, recursos, entre outros serviços. Inicialmente, o totem está em funcionamento no Centro Administrativo de Cotia, no bairro Portão, mas, findando o período de teste, serão disponibilizados totens nas três regiões de Cotia (central, Granja Viana e Caucaia do Alto).

O equipamento é autoexplicativo. Basta o cidadão tocar na tela para acessar o menu de serviços disponíveis. “Estamos disponibilizando alguns serviços, inicialmente, mas o projeto é ir ampliando. O objetivo é facilitar a vida daquele condutor que eventualmente não tenha como imprimir um formulário, por exemplo, ou que esteja em busca de informações sobre autuações, entre outros”, disse o prefeito Rogério Franco, entusiasta da informatização dos serviços da Setram.

Recentemente, a Prefeitura também disponibilizou diversos serviços no site (www.cotia.sp.gov.br) em ‘Portal de Serviços’,  basta acessar ‘Consulta de Infrações de Trânsito’ para acessar diversos serviços remotamente. O sistema, tanto no site quanto no totem, no entanto, disponibiliza informações sobre infrações de trânsito, emissões de formulário de indicação de condutor, 2ª via de notificações, apenas para infrações emitidas pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutram) de Cotia.

O titular da Setram, Joaquim Brechó, destacou os avanços tecnológicos da pasta implantados pela atual gestão. “A Prefeitura tem investido em formas de facilitar cada vez mais a vida dos condutores: temos o aplicativo para compra de créditos do estacionamento rotativo, serviços on-line que dispensam a necessidade de deslocamento até a secretaria, o talonário digital de infração de trânsito e, em breve, vamos entregar uma central de monitoramento viário que permitirá encurtar ainda mais o tempo de resposta a diversos tipos de ocorrência nas vias de Cotia”, afirmou.

Artigo anteriorColégio Albert Sabin: visão humanista da educação
Próximo artigoE.M José Manoel de Oliveira doa 80 garrafas com lacres de alumínio para a Campanha Lacre Solidário