Camila Ribeiro tinha 12 anos, quando em 2013 enviou para a gente uma carta – veiculada em julho, na edição 163 – sobre o artigo “Você é muito mais bonita do que pensa”, escrito pelo colunista Marcos Sá e publicado na edição 162.

“Olá Marcos, amei a matéria falando sobre a beleza das mulheres, que me fez reparar mais nas coisas positivas em mim, porque mesmo tendo apenas 12 anos de idade me importo demais com a minha aparência. Também vi o vídeo dos retratos da real beleza, achei incrível o que eles fizeram e o quanto elas ficaram impressionadas com isso.
Como quero fazer faculdade de jornalismo e moda me interessei muito por essa ideia e, como sei que na minha idade a maioria das meninas também está sempre querendo se olhar no espelho, passar um batom aqui, retocar o rímel lá, resolvi testar essa ideia na minha sala, vendo o que elas têm para falar da própria aparência e, depois, perguntar o que elas acham sobre a aparência das amigas; foi muito legal, pois elas acabaram dando mais atenção para suas qualidades do que para seus defeitos. Consegui fazer a pesquisa pelo menos com todas as meninas da minha sala e eu amei saber que a maioria se acha bonita e gosta demais de uma coisa em si mesma; mas, também tiveram as que mudariam algo no corpo delas como o nariz, a boca, os olhos, ou gostariam de ficar magras (que é o caso da minha melhor amiga).
Todas também gostaram do resultado e de saber a qualidade que as amigas delas viam. Deixei o vídeo do retrato da real beleza para elas; espero que elas vejam e gostem”.

Na época, ela já dizia que queria fazer faculdade de jornalismo e acompanhava nosso trabalho. Hoje, 8 anos depois, ela está quase concluindo o curso na FMU Morumbi, produz conteúdos para mídias sociais e é fundadora do e-commerce Clover Store. Ah, e continua fã da Revista Circuito…

Artigo anteriorLua de mel no Japão?
Próximo artigoImunidade e aromaterapia