Empresa afetada pela pandemia pode pedir crédito

A iniciativa tem apoio da Secretaria de Indústria e Comércio

Quem tem micro ou pequena empresa afetada economicamente pela pandemia de coronavírus poderá buscar, a partir de 12/4, linha de crédito com o governo estadual. O valor será de R$ 50 milhões, que estarão divididos entre o Banco do Povo e o Desenvolve SP.

O prazo de pagamento será de até 60 meses, com 8 meses de carência. A taxa de juros é de 1% mais a taxa Selic. Além disso, o crédito dispensa a certidão negativa de débitos.

A prioridade serão as empresas com até R$ 30 mil mensais. Basicamente, a linha de crédito visa principalmente bares, restaurates, hotéis, academias, setores de beleza e eventos. Os interessados em solicitar esse crédito emergencial, além de separar a documentação do negócio,  deverão apresentar o faturamento registrado de 2019, visto que em 2020 muitos não conseguiram atingir seu faturamento habitual.

Para se inscrever, acesse www.desenvolvesp.com.br

Artigo anteriorViagem ao Mundo Animal conscientiza sobre a importância da preservação da natureza em aventura inesquecível para toda a família
Próximo artigoOperação Desinfecção percorre Cotia aumentando a proteção contra a Covid-19