Elas colorem e perfumam as casas, atraem borboletas e, mais do que isso, muitas têm o poder de melhorar a qualidade do ambiente por serem filtros naturais, capazes de despoluir e purificar o ar.

Plantas – e não tecnologias – podem ser a opção mais barata para reduzir a poluição do ambiente e engana-se quem pensa em apenas árvores frondosas, pois espécies pequenas também melhoram a qualidade do ar. O poder que algumastêm em eliminar substâncias tóxicas do ar como benzeno, formaldeído, amoníaco, xileno, entre outros, foi comprovado em um estudo feito pela Nasa em 1989.

Além de minimizar o efeito da fumaça de cigarros, escapamentos e outros tóxicos exalados por tintas, gasolina e produtos de limpeza, elas ainda deixarão sua casa mais bonita e você em maior contato com a natureza.

Antúrio
Planta de origem colombiana, impressiona pela beleza e também pelo poder de melhorar a qualidade do ar, absorvendo xileno, tolueno e formaldeído. Indicada para filtrar a amônia (comum em produtos de limpeza), é ideal para cozinhas e banheiros.

Azaleia
Além de se destacar pela beleza das flores, é uma planta muito eficaz como filtro de poluentes do ar, como os formaldeídos.

Babosa (Aloe vera)
Muito usada em tratamentos de beleza e também como cicatrizante, a babosa ajuda a eliminar formaldeído e benzeno, principalmente.

Clorofito
É uma boa dica para auxiliar na absorção de partículas de poeira, por exemplo. Por isso é usada para combater crises alérgicas e eliminar toxinas do ambiente, inclusive o monóxido de carbono.

Crisântemo
Apesar de precisar de mais cuidados com os fatores luz e calor, é linda e ajuda muito na qualidade do ar. Filtra amônia, benzeno, formaldeído, tricloroetileno e xileno.

Gérbera
É uma planta que precisa de muito sol e libera bastante oxigênio, além de filtrar as substâncias formaldeído, tricloroetileno, xileno.

Hera inglesa
Além de umedecer o ar, é capaz de absorver quase todos os poluentes.

Lírio da paz
Ideal para ambientes com a temperatura acima dos 18°C, é capaz de filtrar poluentes como benzeno, formaldeído, tolueno, tricloroetileno e xileno. Já o lírio-amarelo absorve o monóxido de carbono.

Liríope
Remove a amônia, o formaldeído e o xileno do ambiente.

Palmeira-bambu
Ideal para ficar ao lado de armários por absorver compostos liberados por tecidos, como o formaldeído e o xileno.

Samambaia-americana
Fácil de cuidar, filtra poluentes como benzeno, formaldeído e xileno.

Tamareira-anã
Ela pode tomar sol e consegue filtrar o xileno proveniente da fumaça de cigarros e dos escapamentos dos automóveis, sendo uma ótima opção para deixar na entrada de casa.

Jiboia
É uma planta ótima para filtrar monóxido de carbono, benzeno e formaldeídos. É considerada resistente e fácil de manter em casa, tendo em vista que não requer cuidados especiais. Pode ser usada também em escritório.

Espada-de-são-jorge
Pode ser cultivado em vasos ou em maciços e tem capacidade de absorver partículas poluentes em madeiras, tecidos e até carpetes. É bastante usada para decoração e é considerada uma planta muito resistente. É capaz de filtrar substâncias como benzeno, metanal, tricloroetileno, tolueno e xileno.

 


E se você tiver espaço em seu jardim, não deixe de plantar uma árvore. Um estudo da Universidade de São Paulo indica que algumas espécies absorvem mais CO₂ da atmosfera, como feijão-do-mato, guapuruvu, pau-jacaré, jacarandá-da-bahia e jatobá.


 

Por Juliana Martins Machado

 

Artigo anteriorMolhos de açaí dão toque especial em lanches naturais
Próximo artigoSantana de Parnaíba é a 2ª cidade com menos homicídios em todo o Brasil