De forma lúdica e prática, a iniciativa Aqui Tem Mata apresenta os índices de desmatamento no bioma, com mapas interativos e gráficos sobre o estado de conservação de florestas, mangues e restingas nos 3.429 municípios onde a Mata Atlântica existe ou um dia existiu.

Há 13.325 hectares de Mata Atlântica em Cotia, área que equivale a mais de 17 mil campos de futebol.

Região da Granja

Já a vizinha Carapicuíba tem 98 campos de futebol, ou seja, apenas 75 hectares de Mata Atlântica. E pelo mapa, está toda concentrada na região da Fazendinha.

Como é feito o cálculo
Os dados são originados no “Atlas da Mata Atlântica”, projeto que gera relatórios anuais sobre o estado de conservação da floresta. O monitoramento é feito desde 1990 através de uma parceria da SOS Mata Atlântica e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE, com execução técnica da Arcplan e patrocínio do Bradesco Cartões. Além de mapear os remanescentes da Mata Atlântica em seu domínio original – 1,3 milhão de km2 em 17 estados da federação – o Atlas calcula as taxas de desmatamento e regeneração da mata nativa. Desta forma é possível acompanhar a evolução anual da perda de florestas e o ranking dos munícipios com maior índice de desmatamento.

Dados do Inventário Florestal
O Inventário Florestal divulgado pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA), em meados de agosto, aponta que o Estado de São Paulo possui 5.670.532 hectares de vegetação nativa em vários estágios de recomposição. Dos 645 municípios paulistas, 48 encontram-se em gradientes acima de 50% do território coberto com vegetação nativa. Cotia está entre eles e, dos limítrofes, apenas Itapecerica da Serra também tem índice acima de 50%. Carapicuíba está na lanterninha da região, com apenas 12% de vegetação nativa.

Por Juliana Martins Machado