Exercícios Físicos: Como retomar as atividades após o fim de ano e as férias?

Chegou a hora de seguir adiante! Seja você um entusiasta dos treinos, ou não, a virada do ano é o momento ideal para realizar mudanças em seu estilo de vida. Porém, retomar os treinos depois de alguns dias de indulgência não é uma tarefa fácil e retomar os exercícios pode ser mais desafiador do que se imagina.

Agora que estamos no início do ano, podemos perceber que o nosso organismo pode não estar funcionando direito. Alguns sintomas como prisão de ventre, retenção de líquido e dor de cabeça são sinais que você se descuidou e que precisa voltar com uma rotina física e alimentar equilibrada.

Além disso, os principais desafios enfrentados na hora de retornar aos treinos são a atrofia da musculatura e a perda do hábito de praticar atividade física diariamente. Para aqueles que pretendem retornar aos exercícios ou iniciar algum tipo de treino, é importante ter atenção a algumas recomendações.

O educador físico Giulliano Esperança explica que o corpo precisa de tempo para readaptar-se à rotina de exercícios, portanto, é importante começar aos poucos e ir aumentando a intensidade gradativamente. Além disso, é fundamental manter uma alimentação balanceada e beber bastante água para hidratar o corpo. Dessa forma, você evitará lesões e terá mais energia para seus treinos.

Pensando nisso, ele cita dicas de como voltar com foco total a rotina de atividades físicas nesse novo ano que se inicia, confira:

Não exagere nas cargas, caso esteja parado

Um grande erro que pode ocasionar lesões sérias é voltar com a mesma carga e intensidade de quando havia parado. Para estimular melhor o sistema neuromotor, as articulações, ligamentos, tendões e músculos, seja coerente e mantenha em torno de uma semana de readaptação. Isso permitirá que seu corpo se ajuste à nova rotina de exercícios e se prepare para os desafios a serem enfrentados.

Opte em manter o trabalho aeróbico

Giulliano Esperança destaca que, para adquirir um pouco de capacidade cardiovascular, é interessante manter um trabalho aeróbico moderado em torno de pelo menos 3x por semana. Isso também ajudará na melhora do fluxo sanguíneo, diminuindo alguns inchaços pelo corpo. Além disso, o exercício físico regular contribui para a redução dos níveis de estresse, o que impacta positivamente na saúde mental e no bem-estar geral. Por tudo isso, é importante buscar manter uma rotina ativa e saudável.

Não faça jejum!

Isso coloca sua saúde em risco.

Engane-se quem pensa que o jejum ajuda em algo, na verdade, ele favorece a retenção de gorduras no corpo, podendo sobrecarregar alguns órgãos.

“O jejum pode causar problemas como gastrite e má digestão, além de desidratação e fadiga. Por isso, é importante sempre consultar um profissional antes de iniciar qualquer tipo de regime.” indica Giulliano.

Mantenha-se motivado

Mais difícil do que começar é recomeçar. A falta de afinidade com o treino é uma das principais razões para ficar desmotivado. Então, se você quer vencer o desânimo, busque uma atividade que o motive a retornar, como dança, caminhadas, natação, pilates, yoga ou lutas, entre outras opções.

Introduzir hábitos saudáveis na rotina atribulada pode ser um grande desafio. Caso você faça parte do grupo de indivíduos que perdeu a conta de quantas vezes se matriculou na academia e acabou desistindo logo na primeira semana, é preciso compreender os benefícios de retornar às atividades.

Voltar aos treinos e atividades, além de ajudar a manter a autoestima elevada, contribui com a prevenção de diversas doenças, garantindo mais qualidade de vida e longevidade.

E o mais importante de tudo, adote uma mentalidade madura ao aceitar uma das maiores mentiras: esse exercício pode ajudá-lo a perder peso. Quando na realidade não importa quanto ou pouco você faz exercício – se sua dieta não estiver correta e equilibrada, então nenhuma quantidade de exercício será capaz de eliminar os quilos extras.

Portanto, é essencial estar ciente de que o estilo de vida – mais do que uma técnica particular de perda de peso ou uma pilha de dieta – é o fator mais importante na perda de gordura.

Respeite os limites do seu corpo

Não é complicado voltar a fazer exercício físico, você só precisa estar consciente de que deve ir devagar. Com uma semana de atividade você já vai conseguir pegar o ritmo e então pode pegar pesado como fazia.

“Está tudo bem pegar umas férias do treino, para muitas pessoas isso é necessário, não se sinta culpado. O importante é que seja temporário e você volte em breve para os exercícios.” finaliza Giulliano Esperança.

Artigo anteriorInstituto Yduqs oferece programa de alfabetização de adultos em Carapicuíba
Próximo artigoVacinação seletiva contra meningite nas UBS’s de Cotia